Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

TAP: Marcelo defende que tem de se fazer reestruturação e pagar o preço

TAP: Marcelo defende que tem de se fazer reestruturação e pagar o preço
| Política
Porto Canal com Lusa

O Presidente da República e recandidato ao cargo, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu hoje que tem de se fazer a reestruturação da TAP e pagar o respetivo preço, considerando que a empresa é fundamental para Portugal.

Em entrevista à SIC, que durou cerca de 40 minutos, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que a TAP tem de existir sobretudo "por uma razão muito simples: chama-se comunidades portuguesas"

"Deve entender-se que isso deve pesar em termos de contributo financeiro num momento em que a pandemia fez juntar à situação anterior da TAP uma situação generalizada? Eu acho que sim. Tem de se fazer uma reestruturação e tem de se pagar o preço dessa reestruturação", acrescentou.

O chefe de Estado e candidato presidencial referiu que "é obrigatório" este processo passar pelas instâncias europeias e apontou o Governo como o órgão de soberania "competente para isso".

No seu entender, "a Assembleia tem uma palavra a dizer, sim, se houver repercussões orçamentais", mas foi dito pelo Governo que o Orçamento do Estado para 2021 comporta o montante associado a este plano de reestruturação - que informou ainda não ter recebido.

"Então, se comporta, provavelmente a Assembleia discute, e deve discutir, mas não delibera", reforçou.

Marcelo Rebelo de Sousa declarou ter "a exata noção" do que pode vir a acontecer a prazo em relação à TAP: "Eu tenho a noção, como tenho a noção em relação ao Novo Banco. Ser Presidente obriga a ter essa noção, de manhã, à tarde e à noite, durante cinco anos consecutivos".

 

+ notícias: Política

Ministro do Ambiente alerta para ações que acarretam risco para incêndio e valoriza trabalho realizado pelos sapadores florestais

O Ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, alertou na manhã desta sexta-feira, em declarações ao Porto Canal, para as ações que acarretam risco de incêndio num momento onde exige que toda a população tenha maiores cuidados. Além disso, Duarte Cordeiro não deixou passar em branco todo o trabalho feito pelos sapadores florestais num dia em que se encontrou, numa visita a Caminha, com os trabalhadores que combatem diariamente na prevenção e controlo de incêndios.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras