Pedro Nuno Santos afirma que "se o Estado não fizesse o que fez a TAP falia"

Imagem RTP
| País
Porto Canal

Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas, apresenta o plano de reestruturação da TAP e afirma que o Governo "não poupou o privado de injetar dinheiro na TAP, uma vez que o privado não tinha dinheiro nem vontade de injetar na TAP" e indica ainda que "se o Estado não fizesse o que fez a TAP falia (...), o que seria desastroso para a economia nacional".

+ notícias: País

TAP vai procurar manter a atual frota automóvel até mais um ano

A Comissão Executiva da TAP informou esta quinta-feira, em comunicado, que vai procurar manter a atual frota automóvel pelo período máximo de um ano, por compreender o “sentimento geral dos portugueses”, após polémica sobre carros de luxo.

Consequências afetam mais famílias de menores rendimentos

O Banco de Portugal (BdP) alerta que a inflação tem consequências mais severas para as famílias de menores rendimentos do que as de rendimento mais elevado, uma vez que para as primeiras resulta sobretudo do preço de bens essenciais.

Governo prepara proposta de resposta a agravamento da taxa esforço na habitação

O secretário de Estado do Tesouro anunciou esta quinta-feira que o Governo está a preparar uma proposta no crédito à habitação de resposta ao agravamento da taxa de esforço das famílias, passando pela extensão do prazo ou suspensão da comissão de amortização.