Info

Covid-19: África com mais 349 mortes e mais 19.360 infetados em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Redação, 11 dez 2020 (Lusa) -- África registou 349 mortes devido à covid-19 e mais 19.360 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, contabilizando agora 55.265 óbitos causados pelo novo coronavírus, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o continente africano conta agora com 2.323.845 casos de pessoas infetadas nos 55 membros da União Africana.

O número de recuperados nas últimas 24 horas foi de 13.830, para um total de 1.982.277.

O maior número de casos de infeção e de mortos regista-se na África Austral, com 939.869 casos e 24.467 vítimas mortais. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza 836.764 casos de infeção e 22.747 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, com 809.548 casos de infeção e 21.153 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 291.643 casos e 5.476 mortos, na África Ocidental, o número de infeções é de 214.893, com 2.947 mortos, enquanto a África Central regista 67.892 casos e 1.222 óbitos, o mesmo número que na quinta-feira.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.854 mortos e 120.147 infetados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 6.492 vítimas mortais, mas mais do que o triplo de casos de infeção do país anterior: 391.529.

Entre os seis países mais afetados estão também a Tunísia, com 107.814 infetados e 3.758 mortos, a Argélia, com 90.579 casos e 2.564 mortos, a Etiópia, com 115.360 casos e 1.779 vítimas mortais, e o Quénia, com 90.305 infetados e 1.568 óbitos.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Angola regista 362 óbitos e 15.925 casos, seguindo-se Moçambique (139 mortos e 16.521 casos), Cabo Verde (109 mortos e 11.203 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.183 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.444 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.005 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.570.398 mortos resultantes de mais de 68,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

APL // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Ucrânia: Blinken defende "via diplomática" durante telefonema com Moscovo

Washington, 18 jan 2022 (Lusa) -- O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, defendeu hoje uma "via diplomática" para encerrar a crise entre a Rússia e a Ucrânia, durante um telefonema com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov.

Conselho Eleitoral da Venezuela aprova pedidos de referendo revogatório de mandato do PR

Caracas, 18 jan 2022 (Lusa) -- O Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela (CNE) anunciou a aprovação de três pedidos para realização de um referendo revogatório do mandato do Presidente Nicolás Maduro, previsto na legislação uma vez cumprido metade do atual mandato presidencial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS