Info

Covid-19: Angola com mais 121 casos e quatro mortes em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Luanda, 10 dez 2020 (Lusa) - Angola registou mais 121 infeções pelo novo coronavírus e quatro mortes, nas últimas 24 horas, anunciou hoje a ministra da Saúde de Angola, Sílvia Lutucuta.

Dos novos casos, 51 foram notificados em Luanda, 27 em Cabinda, 21 na Lunda Sul, sete na Lunda Norte, seis no Moxico, três no Zaire e dois em Benguela, indicou Sílvia Lutucuta na atualização dos dados relativos à covid-19.

A doença foi diagnosticada a 82 pessoas do sexo masculino e 39 do sexo feminino, com idades entre 8 meses e 72 anos.

A ministra angolana assinalou que foram também registados quatro óbitos, um homem e três mulheres, com idades entre 26 e 65 anos.

Nas últimas 24 horas foram também recuperadas cem pessoas.

No total, desde a deteção dos primeiros casos no país, em 21 de março, Angola registou um total de 15.925 casos de covid-19, incluindo 362 óbitos e 8.679 recuperações.

Atualmente há registo de 6.884 casos ativos, estando sete em estado crítico e sete em estado grave.

Os laboratórios angolanos processaram 2.617 amostras nas últimas 24 horas, totalizando 261.849 desde o início da pandemia.

Durante o balanço de hoje, o ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, atualizou também a situação de calamidade pública até 10 de janeiro, com novas regras adaptadas para a quadra festiva.

"Não podemos festejar como habitualmente e não podemos baixar a guarda", alertou a ministra da Saúde, pedindo intensificação das medidas de proteção individual e coletiva.

"Apesar da desaceleração não devemos perder o foco", assinalou Sílvia Lutucuta, apontando o aumento de casos nas províncias.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.570.398 mortos resultantes de mais de 68,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 5.278 pessoas dos 335.207 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Em África, há 54.917 mortos confirmados em mais de 2,3 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países lusófonos, Angola regista 362 óbitos e 15.925 casos, seguindo-se Moçambique (139 mortos e 16.521 casos), Cabo Verde (109 mortos e 11.203 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.183 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.444 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.005 casos).

  

RCR // JH

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Covid-19: Secretário de Estado do Vaticano e seu 'número dois' testam positivo

Cidade do Vaticano, 18 jan 2022 (Lusa) - O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, e o seu 'número dois', arcebispo Edgar Peña Parra, testaram positivo para o novo coronavírus e estão em isolamento, informou hoje o Vaticano.

Ucrânia: Rússia desloca forças para exercícios conjuntos na Bielorrússia

Moscovo, 18 jan 2022 (Lusa) -- A Rússia deslocou tropas do extremo leste do país para a Bielorrússia, onde vão participar em exercícios militares, indicaram hoje responsáveis oficiais, o que implica uma nova concentração de tropas junto das fronteiras ucranianas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.