Surto de Covid-19 na Misericórdia de Vila Pouca de Aguiar com 86 casos positivos

Surto de Covid-19 na Misericórdia de Vila Pouca de Aguiar com 86 casos positivos
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um surto provocado pelo novo coronavírus atinge 61 utentes e 25 funcionários nos dois lares da Santa Casa da Misericórdia de Vila Pouca de Aguiar, disse hoje à agência Lusa o provedor da instituição.

Domingos Dias referiu que o primeiro caso nos lares da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) foi detetado a 26 de novembro, no âmbito de um rastreio interno feito com recurso a testes rápidos.

Os testes realizados posteriormente confirmaram um total de 61 utentes e 25 funcionários positivos nos dois lares que a Misericórdia possui em Vila Pouca de Aguiar, no distrito de Vila Real.

Segundo o responsável, entre o total de utentes das duas estruturas residenciais para idosos (ERPI) nove fizeram testes negativos ao novo coronavírus. Ali trabalham 52 funcionários.

O provedor mostrou-se preocupado com a situação e adiantou que, "felizmente", a maioria se encontra "assintomática".

Entre os utentes, cinco estão hospitalizados, sendo que um se encontra em estado considerado "mais debilitado" porque também padece de outras patologias.

"Os outros, segundo as indicações que temos, estão a recuperar bem. Contamos que recuperem e regressem rapidamente à instituição", frisou.

O provedor enalteceu o trabalho desenvolvido pelas funcionárias da instituição e referiu que, algumas das que testaram positivo e que estavam assintomáticas, optaram por continuar a trabalhar com os idosos na ala covid-19.

Não foi, também por isso, necessário recorrer a equipas externas à IPSS para apoiar os utentes.

Domingos Dias referiu estar agora à espera de orientações por parte da Direção-Geral da Saúde (DGS), mas apontou para breve o fim do período de confinamento obrigatório.

O provedor explicou que a IPSS implementou "medidas rigorosas" desde a primeira vaga da pandemia de covid-19, tendo, inclusive, adquirido uma máquina de ozono para fazer a "desinfeção permanente das instalações".

"Tínhamos o cuidado máximo em todas as regras que nos foram comunicadas, no distanciamento e uso de máscara, na alimentação e na separação dos utentes, nas limpezas frequentes com desinfeção, e acabamos por não conseguir fugir a esta praga que assola o mundo e atinge os lares", lamentou.

Com as visitas canceladas, o trabalho na IPSS está organizado em espelho, com os funcionários a cumprir turnos de 10 dias.

Vila Pouca de Aguiar integra o grupo de municípios em risco muito elevado e, segundo os dados divulgados pelo Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Alto Tâmega e Barroso, tem 191 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a covid-19.

Desde o início da pandemia o concelho regista 482 casos positivos.

Portugal contabiliza pelo menos 5.192 mortos associados à covid-19 em 332.073 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da DGS.

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

+ notícias: Norte

Ministério da Educação recebe mil pedidos por semana para substituir professores que pediram baixa

Há cerca de mil baixas médicas apresentadas por professores todas as semanas, docentes que é preciso substituir rapidamente, afirmou esta segunda-feira o ministro da Educação, João Costa.

Casal denuncia violência e homofobia em bar no Porto. Gerente desmente e fala de ameaças

Um casal homossexual alega ter sido agredido por funcionários da discoteca "Foz na Baixa", na madrugada de domingo. Os indivíduos anunciaram que vão avançar com uma queixa-crime contra o estabelecimento e contra os seguranças envolvidos no incidente. Vitor Rajão, responsável pelo espaço nega as acusações homofóbicas que lhe são dirigidas e realça o “o comportamento desagradável e alterado” das alegadas vítimas. 

Porto: entrada na VCI pela Circunvalação cortada à noite até quinta-feira 

A entrada na Autoestrada (A)3 pela Estrada da Circunvalação, para quem segue do Hospital João e da rotunda da Areosa, vai ser cortada entre as 21h00 e as 07h00 entre esta segunda-feira e quinta-feira, revelou em comunicado a Brisa.