Covid-19: Portugal ultrapassa cinco mil mortes. Mais 2.597 novos casos de infeção e 78 mortes

Covid-19: Portugal ultrapassa cinco mil mortes. Mais 2.597 novos casos de infeção e 78 mortes
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal ultrapassou hoje cinco mil mortos relacionadas com a pandemia de covid-19, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Portugal contabiliza hoje mais 78 mortes relacionadas com a covid-19 e 2.597 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o número mais baixo da última semana.

Em 01 de dezembro haviam sido registados 2.401 novos casos.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 5.041 mortes e 325.071 casos de infeção pelo novo coronavírus, estando hoje ativos 74.187 casos, menos 269 do que no domingo.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 3.367 doentes (novo máximo), mais 99 do que no dia anterior, dos quais 513 em cuidados intensivos, menos um do que na véspera.

As autoridades de saúde têm em vigilância 77.498 contactos, mais 78 relativamente a domingo, mostram os dados, que apontam para mais 2.788 doentes recuperados. Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 245.843 pessoas.

Das 78 mortes registadas nas últimas 24 horas, 38 ocorreram na região Norte, 24 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 14 na região Centro e duas no Alentejo.

Segundo o boletim da DGS, a região Norte é a que regista o maior número de novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas (1.231), totalizando 170.952 casos e 2.431 mortes desde março.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados 917 novos casos, contabilizando-se até agora 106.138 casos de infeção e 1.751 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 292 casos de covid-19, num total de 33.154, e 657 mortos desde março.

Já no Alentejo, foram assinalados mais 92 casos, totalizando 6.950 casos e 127 mortos desde que começou a epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 35 novos casos, somando 5.714 casos e 55 mortos.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 21 novos casos nas últimas 24 horas, somando 1.192 infeções detetadas e 18 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou nove novos casos. Desde março, a região autónoma contabiliza 971 infeções e dois óbitos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 143.026 homens e 175.893 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 6.152 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 2.640 eram homens e 2.401 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo, e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.535.987 mortes resultantes de mais de 67 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

+ notícias: País

Católica favorece admissão de aluno em Medicina por ser “descendente de beneméritos” da Instituição

A Universidade Católica Portuguesa divulgou o resultado das Candidaturas ao Mestrado Integrado em Medicina. Na lista é possível verificar que a instituição beneficiou a admissão de um aluno por ser "descendente em linha reta de beneméritos insignes” da Universidade, tendo o candidato em questão uma média inferior a alguns estudantes cuja admissão está "condicionada à existência de vagas". O caso tem gerado polémica nas redes sociais com várias pessoas a questionarem a honestidade do processo, referindo que favorece a "herança" face à "meritocracia".

Oito jesuítas envolvidos em casos de abuso sexual de menores em Portugal entre 1950 e 1990

A Província Portuguesa da Companhia de Jesus anunciou hoje ter apurado, “com um grau de probabilidade elevada”, a ocorrência de casos de abuso sexual de menores cometidos por oito jesuítas, entre 1950 e o início da década de 1990.

Portugal estuda cooperação académica com Stanford em matéria ambiental

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta segunda-feira que Portugal está a estudar um quadro de cooperação académica com a nova Faculdade de Sustentabilidade da Universidade de Stanford, na Califórnia.