Covid-19: Açores com 34 novos casos elevando para 359 número de ativos nas últimas 24 horas

| País
Porto Canal com Lusa

Ponta Delgada, Açores, 28 nov 2020 (Lusa) - Os Açores registaram nas últimas 24 horas 34 novos casos positivos de covid-19, elevando para 359 o total de ativos na região, segundo o boletim diário da Autoridade de Saúde Regional.

Em comunicado, aquela entidade adianta que foram realizadas nas últimas 24 horas 1.506 análises nos dois laboratórios de referência da Região e detetados 26 novos casos positivos de covid-19 em São Miguel, seis na Terceira, um na ilha do Pico e um na ilha do Faial.

Foram ainda registadas 19 recuperações na Região, das quais 13 em São Miguel e seis na ilha Terceira, elevando o número total de casos recuperados para 509.

De acordo com a Autoridade de Saúde dos Açores, "a Região conta agora com 33 cadeias de transmissão ativas", mais quatro do que as assinaladas na quinta-feira.

Das cadeias de transmissão ativas, "22 são na ilha de São Miguel, oito na ilha Terceira, uma partilhada entre a ilha de São Miguel e a ilha de São Jorge, uma na ilha do Pico e uma na ilha de São Jorge", acrescenta o comunicado.

Nos Açores foram detetados até hoje 964 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19 e foram registados até à data 17 mortes associadas à covid-19, todas em São Miguel.

Há atualmente 509 casos recuperados e 359 casos positivos ativos, dos quais um na ilha de Santa Maria, 244 na ilha de São Miguel, 106 na ilha Terceira, um na ilha de São Jorge, dois na ilha do Pico, três na ilha do Faial e dois na ilha das Flores.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.444.426 mortos resultantes de mais de 61,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.276 pessoas dos 285.838 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

APE // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Municípios da serra da Estrela exigem estado de calamidade

Os seis municípios abrangidos pelo Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) exigiram esta quinta-feira que seja decretado "estado de calamidade", devido ao incêndio que atinge a região, e apoios imediatos para colmatar prejuízos de "centenas de milhões de euros".

Mais de 1500 operacionais no terreno para evitar reativações de incêndios na serra da Estrela e Caldas da Rainha

Mais de 1500 operacionais e cinco meios aéreos continuam em operações nos incêndios da serra da Estrela e das Caldas da Rainha, atualmente em resolução, para evitarem reativações, disse a Proteção Civil no último balanço.

PJ detém suspeito de homicídio da companheira no Barreiro

A Polícia Judiciária deteve um homem de 31 anos suspeito do homicídio da companheira, de 38, praticado com arma branca na localidade do Barreiro, distrito de Setúbal.