Info

Covid-19: África com mais 273 mortos e 13.453 infetados nas últimas 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Redação, 20 nov 2020 (Lusa) -- África registou 273 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, aumentando para 48.681 o total de vítimas mortais pelo novo coronavírus, que já infetou 2.026.841 pessoas no continente, segundo dados oficiais.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o novo coronavírus infetou nas últimas 24 horas mais 13.453 pessoas nos 55 Estados-membros da organização, e o número de recuperados em igual período foi de 10.897, para um total de 1.714.395.

O maior número de casos de infeção e de mortos regista-se na África Austral, com 851.021 infeções e 22.261 mortos por covid-19. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza um total de 759.658 casos de infeção e 20.671 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, registando um total de 663.003 pessoas infetadas e 17.577 mortos.

Na África Oriental, há 249.223 casos e 4.836 vítimas mortais, na África Ocidental, o número de infeções é de 2000.046, com 2.832 mortos, e a África Central regista 63.548 casos e 1.175 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.508 mortos e 111.955 infetados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 5.090 vítimas mortais e 311.554 casos de infeção.

Entre os seis países mais afetados estão também a Argélia, que regista 71.652 infeções e 2.206 mortos, a Etiópia, que contabiliza 104.427 casos de infeção e 1.607 vítimas mortais, e a Nigéria, com 65.839 infetados e 1.165 mortos.

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Angola regista o maior número de mortos e Moçambique o maior número de casos.

Angola regista 333 óbitos e 14.134 casos, seguindo-se Moçambique (120 mortos e 14.723 casos), Cabo Verde (104 mortos e 10.082 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.121 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.421 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 974 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, a 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, a 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.350.275 mortos resultantes de mais de 56,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, cidade da China.

APL // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Armadores europeus pedem à UE militares no golfo da Guiné para travar pirataria

Madrid, 18 jan 2022 (Lusa) -- A frota europeia de pesca em alto mar pediu ao alto representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, o destacamento urgente de militares no golfo da Guiné para travar a pirataria na região.

Iémen: ONU alarmada com escalada do conflito e ataques a civis, Israel acusa Irão

Genebra, 18 jan 2022 (Lusa) -- O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) expressou hoje "preocupação" com a escalada do conflito no Iémen, após o bombardeamento da coligação árabe contra a capital Sanaa, que provocou pelo menos 12 mortes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS