Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Autoridades apenas conhecem contexto da transmissão em 25% dos casos no Norte

| Norte
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 18 nov 2020 (Lusa) -- A ministra da Saúde revelou hoje que, na região Norte, a que tem maior pressão nos serviços de saúde por causa da covid-19, apenas se conseguiu identificar o contexto da transmissão em 25% dos casos.

Marta Temido, que falava numa entrevista ao 'podcast' do PS Politica com Palavra, explicou que os dados recolhidos nos inquéritos epidemiológicos apenas conseguiram conhecer o contexto do contágio (se foi em casa, nos transportes, ou em meio laboral, por exemplo) em 25% dos casos na região Norte.

Na semana passada, o primeiro-ministro tinha divulgado que os dados disponíveis indicavam que as infeções por covid-19 acontecem em 68% dois casos através de convívio familiar ou social, 12% em meio laboral, 8% em lares, 3% nas escolas, 3% no convívio social e 1% nos serviços de saúde.

"Nós só falamos do que conhecemos", disse hoje a ministra da Saúde, lembrando que em casa "é onde todos baixamos a guarda".

"É o sítio onde foi mais fácil identificar a origem (...), sabemos o nome de todos. Difícil é dizer a origem da infeção que foi para casa", acrescentou.

Questionada sobre quantas unidades do setor social ou privado receberam até agora doentes com covid-19, a ministra disse que foi na região Norte onde "houve mais disponibilidade em trabalhar na resposta covid", designadamente da Fundação Fernando Pessoa, do Hospital da Trofa, da CUF porto e das unidades da Santa Casa da Misericórdia de Póvoa do Lanhoso e de Lousada.

Sublinhando que é na região Norte que há maior pressão nos serviços de saúde - mais de 60% novos casos estão na área da ARS Norte -, Marta Temido lembrou: "Os sistemas de saúde podem tratar, mas não fazem milagres e têm limites. Só os comportamentos de todos podem garantir que a vida, com alguma normalidade, retornará".

SO // SB

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Ministra da Justiça reforça que "é necessário ter em conta as necessidades e procurar, em conjunto, melhorar"

A Ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, começou a manhã desta quarta-feira por uma visita, no âmbito dos roteiros para a justiça, ao estabelecimento prisional de Bragança, onde em declarações à comunicação social disse que "é necessário ter em conta as necessidades e procurar, em conjunto, melhorar", porque há de facto coisas a fazer. 

Detido suspeito de violar e roubar duas jovens na Maia

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de ter violado e roubado, sob ameaça de arma branca, duas mulheres na Maia, no distrito do Porto, anunciou hoje aquela força policial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras