Info

Covid-19: Reino Unido com 24.962 novos casos e 168 mortes em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Londres, 15 nov 2020 (Lusa) -- O Reino Unido registou hoje 24.962 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas e 168 mortes, segundo os últimos dados oficiais.

Com estes dados, o total de óbitos subiu para 51.934 desde o início da pandemia, enquanto o número infeções aumentou para 1.369.318.

A Inglaterra cumpre um período de confinamento, com lojas não essenciais encerradas, embora as escolas e universidades continuem abertas e o teletrabalho seja recomendado.

Este confinamento vai durar até 02 de dezembro, altura em que o Governo vai rever a situação de saúde, antes de decidir se levanta ou estende restrições.

Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte mantêm várias restrições para conter a propagação do vírus.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.313.471 mortos resultantes de mais de 54 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.381 pessoas dos 217.301 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AXYG // PA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Tribunal moçambicano condena líder de grupo de caça ilegal a 30 anos de prisão

Maputo, 18 jan 2022 (Lusa) -- O Tribunal Judicial da Província de Maputo condenou a 30 anos de prisão um homem que liderava um grupo de caça ilegal de animais em áreas de conservação moçambicanas e sul-africanas, anunciou hoje o Ministério da Terra e Ambiente de Moçambique.

Ucrânia: Moscovo exige à UE "garantias juridicamente vinculativas" sobre NATO

Moscovo, 18 Jan 2022 (Lusa) - O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Ryabkov, reiterou hoje ao secretário-geral adjunto do Serviço Europeu de Ação Externa (EEAS), Enrique Mora, a exigência de "garantias de segurança juridicamente vinculativas" quanto à presença da NATO no leste europeu.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.