Info

Covid-19: Índia com 44.684 casos e 520 mortos nas últimas 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Nova Deli, 14 nov 2020 (Lusa) - A Índia registou 44.684 casos de covid-19 e 520 mortos nas últimas 24 horas, com a capital indiana, epicentro atual da pandemia, a contabilizar 7.802 novas infeções, segundo dados oficiais.

Nova Deli registou ainda 91 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, numa altura em que as autoridades temem o agravamento da situação, devido às multidões esperadas para os festejos do festival Diwali, este fim de semana.

A capital indiana sofre atualmente a pior vaga da doença desde março, apesar de o balanço diário no país ter vindo a descer desde setembro.

As autoridades de Deli antecipam que os casos continuem a aumentar na capital, prevendo até 12 mil infeções diárias no final de novembro.

Desde o início da pandemia, a Índia registou mais de 8,7 milhões de casos de covid-19 (8.773.479), mantendo-se como o segundo país com mais infeções, atrás dos Estados Unidos, atualmente com mais de 10,7 milhões.

Com um total de 129.188 mortes, a Índia é o terceiro país do mundo com mais óbitos, a seguir aos Estados Unidos e Brasil, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins.

O país tem atualmente 480.719 casos ativos da doença.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.294.539 mortos em mais de 52,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PTA // PTA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Pfizer aprova o primeiro comprimido contra a doença

A autoridade norte-americana da saúde, a Food and Drug Administration, aprovou esta quinta-feira o uso do comprimido da Pfizer contra covid-19, o primeiro tratamento oral nos EUA para combate à doença

Primeiro-ministro australiano congratula-se com decisão judicial contra Djokovic

Sidney, 16 jan 2022 (Lusa) -- O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, manifestou hoje a sua satisfação com a decisão judicial que confirmou o cancelamento do visto e a expulsão do país do tenista sérvio Novak Djokovic, alegando tratar-se de uma decisão de "interesse público".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.