Óbito/Ribeiro Telles: PSD manifesta consternação e destaca "marca indelével" no ambiente

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 nov 2020 (Lusa) -- O PSD manifestou hoje grande consternação e pesar pela morte do arquiteto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles, sublinhando a "marca indelével" que deixou na área do ambiente um dos "pioneiros do ecologismo na política portuguesa".

Gonçalo Pereira Ribeiro Telles, figura pioneira da arquitetura paisagista em Portugal, morreu hoje à tarde, na sua casa, em Lisboa, aos 98 anos, disse à Lusa fonte próxima da família.

Numa nota, a direção do PSD, através do seu presidente, Rui Rio, "expressa a toda a família o seu mais sentido pesar nesta hora", referindo que "foi com grande consternação" que recebeu a notícia do falecimento do também fundador do PPM (Partido Popular Monárquico).

"Arquiteto paisagista, é considerado um dos pioneiros do ecologismo na política portuguesa, tendo tido um papel determinante no estabelecimento de um regime sobre o uso da terra e o ordenamento do território, ao criar as zonas protegidas da Reserva Agrícola Nacional, da Reserva Ecológica Nacional e as bases do Plano Diretor Municipal", refere o partido.

Ribeiro Telles, de acordo com a mesma nota, "ajudou ainda a escrever o articulado do capítulo da Constituição sobre Ambiente, deixando assim a sua marca indelével neste setor tão atual".

"Foi ministro de Estado e da Qualidade de Vida entre 1981 e 1983, no VII Governo Constitucional liderado por Francisco Pinto Balsemão", lembra ainda.

Antes, "à frente do Partido Popular Monárquico, foi um dos subscritores da Aliança Democrática, juntamente com Francisco Sá Carneiro e Diogo Freitas do Amaral, levando a coligação de centro-direita a ganhar as eleições intercalares de 1979", recorda.

O Governo já decidiu, entretanto, decretar um dia de luto nacional, na quinta-feira, pela morte de Gonçalo Ribeiro Telles, disse à agência Lusa fonte oficial do executivo.

Nascido em 25 de maio de 1922, em Lisboa, Gonçalo Ribeiro Telles idealizou os chamados "corredores verdes" da capital e concebeu os jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, em conjunto com o arquiteto António Viana Barreto.

JF (AG/PMF) // JPS

Lusa/fim

+ notícias: País

Desacatos em Guimarães: José Luís Carneiro diz que as autoridades desencadearam as diligências necessárias

Sobre os distúrbios provodados por adeptos do Hajduk Split e da claque No Name Boys, José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, não quis confirmar se a intenção era também provocar desacatos na Ribeira do Porto. Mas garante que as autoridades desencadearam as diligências necessárias neste caso.

Seis universidades portuguesas entre as mil melhores do mundo

Seis universidades portuguesas foram incluídas entre as mil melhores do mundo no Ranking de Xangai, hoje publicado, com Harvard a aparecer no topo da lista, dominada pelos Estados Unidos.

Greve de hoje na CP pode provocar atrasos e supressões de comboios

Trabalhadores do setor ferroviário cumprem hoje um dia de greve que poderá causar "perturbações nos serviços" da CP - Comboios de Portugal, segundo a empresa que aponta para a possibilidade de atrasos e supressões de comboios.