Info

Covid-19: Moçambique ultrapassa 100 mortos e regista 99 novos casos

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Maputo, 11 nov 2020 (Lusa) - Moçambique registou, nas últimas 24 horas, cinco óbitos por covid-19, o maior número diário já registado, elevando o total de mortos para 104, num dia em que mais 99 pessoas foram diagnosticadas positivas, anunciou o Ministério da Saúde.

As vítimas mortais são cinco cidadãos moçambicanos, entre 55 e 75 anos, que estavam internados em unidades hospitalares da cidade de Maputo, refere o comunicado de atualização de dados.

"Dos óbitos hoje anunciados, três tiveram lugar na segunda-feira, dia 09, e dois óbitos ocorreram hoje", acrescenta o comunicado.

O documento indica ainda que mais 99 pessoas estão infetadas pelo novo coronavírus, elevando o total de casos para 13.991, dos quais 13.687 são de transmissão local e 304 são importados.

Nas últimas 24 horas registaram-se também 211 novos casos de pessoas dadas como recuperadas, subindo o total para 11.959 (85%), havendo ainda um cumulativo de 525 pacientes internados.

A cidade de Maputo, capital do país, tem o maior número de casos ativos, com um total de 1.314, seguida da província de Maputo, com 247, e as restantes províncias tem menos de 180 casos.

Desde o anúncio do primeiro caso no país, em 22 de março, foram testadas um total de 205.952 pessoas suspeitas.

Moçambique é o país africano de língua oficial portuguesa com mais casos de infeção pelo novo coronavírus e o segundo com mais vítimas mortais.

Angola regista 308 óbitos e 12.816 casos, Moçambique (104 mortos e 13.991 casos), seguindo-se Cabo Verde (101 mortos e 9.499 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.102 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.419 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 962 casos).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.275.113 mortos em mais de 51,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

LYN // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Covid-19: OMS recomenda reforço com vacina da Pfizer em menores de 12 anos

Copenhaga, 21 jan 2022 (Lusa)- O comité de peritos assessor da Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou hoje que seja alargada a administração de uma dose reduzida da vacina da Pfizer-BioNTech contra a covid-19 a crianças dos 5 aos 11 anos.

Nuclear: Irão negoceia com Rússia extensão de central em Bushehr

Teerão, 21 jan 2022 (Lusa) -- O Irão está a negociar com a Rússia a construção de duas novas unidades de produção na única central nuclear do país, anunciou hoje um funcionário da Organização de Energia Atómica (AEIO) do país.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.