Info

Três idosos infetados por Covid-19 retirados de lar ilegal de Paredes

Três idosos infetados por Covid-19 retirados de lar ilegal de Paredes
| Norte
Porto Canal com Lusa

Três idosos infetados com o novo coronavírus foram retirados de um lar ilegal localizado em Paredes e transferidos para uma antiga escola, disse hoje a câmara local, que disponibilizou o espaço e assegurou a distribuição de refeições.

Em causa está uma situação detetada na Casa do Médico - Lar Santa Isabel, localizado em Aguiar de Sousa, concelho de Paredes, no distrito do Porto, que acolhia 17 idosos.

Em resposta à agência Lusa, a câmara de Paredes explicou que interveio na situação detetada neste lar e que três idosos com teste positivo à covid-19 foram retirados da instituição ilegal.

“[A câmara atuou neste] caso de saúde pública com a retirada dos tês idosos do lar ilegal e prestou auxílio com a disponibilização e preparação de uma escola para os acolher”, refere a resposta enviada pela autarquia de Paredes.

A câmara especifica que atuou por solicitação da Segurança Social e da Delegada de Saúde.

“A escola reúne condições com camas, micro-ondas, casa de banho, televisão, aquecimento. As refeições são prestadas por uma instituição. Esse lar está instalado num edifício que não tem licença de utilização para lar”, acrescenta a autarquia de Paredes.

Quanto aos restantes idosos, que testaram negativo ao novo cornavírus, fonte da autarquia remeteu ponto de situação para as autoridades de saúde e da Segurança Social, entidades às quais a Lusa solicitou esclarecimentos, sem sucesso até ao momento.

A edição de hoje do Jornal de Notícias descreve que “foi decidida a manutenção dos idosos na instituição, por se encontrarem garantidas as condições necessárias para a monitorização e cuidados necessários aos utentes".

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.428 em Portugal.

+ notícias: Norte

Enfermeiros reivindicam agendamento de uma data de reunião com o governo 

Os enfermeiros, reivindicam, durante a manhã desta terça-feira, no Porto, o agendamento de  uma data de reunião com o governo para a concretização de melhores condições de trabalho para os enfermeiros. Em declarações ao Porto Canal, José Carlos Martins, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, disse que "as principais reivindicações deste protesto vão desde o assunto da progressão das carreiras, melhores condições, e ainda o agendamento da reunião".

Responsáveis do Lar do Comércio em Matosinhos acusados por 67 crimes de maus-tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus-tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e uma directora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos.

Associação de Vila d'Este distribui cabazes alimentares aos mais carenciados em Vila Nova de Gaia

A Associação de Vila d'Este, em Vila Nova de Gaia, distribui cabazes alimentares aos mais carenciados, mais precisamente cerca de 600 pessoas e 116 agregados familiares. Em declarações ao Porto Canal, a voluntária, Júlia Ferraz, disse que "com a pandemia, o desemprego e as crianças em casa os agregados familiares duplicaram". 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS