Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Matosinhos encerra centros comerciais às 21h00 e pede medidas ao Governo

Matosinhos encerra centros comerciais às 21h00 e pede medidas ao Governo
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Câmara Municipal de Matosinhos decretou hoje o encerramento dos centros comerciais às 21h00 e pede ao Governo que “adote medidas” para os concelhos da Área Metropolitana do Porto “mais afetados” pelo aumento de novos casos de covid-19.

Em comunicado, a presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, destaca que as medidas mitigadoras da pandemia da covid-19 “só fazem sentido ao nível supramunicipal” e que as autarquias “não têm competências em áreas fundamentais” para fazer face ao aumento de novos casos de infeção por SARS-CoV-2, dando como exemplo o ensino e a limitação de deslocações.

Citada no comunicado, Luísa Salgueiro afirma que “as decisões terão que ser tomadas na esfera do poder central e ao nível regiões”.

“Não adianta um concelho, de forma isolada, adotar determinados procedimentos se os concelhos vizinhos não fizerem o mesmo”, avançou a presidente durante a reunião da Comissão Municipal da Proteção Civil (CMPC), que contou com a participação da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N).

No âmbito da reunião, foi decidido antecipar o encerramento dos centros comerciais para as 21:00, a par de outras medidas que vão ser apresentadas na quarta-feira numa conferência de imprensa, às 11:30, na Câmara Municipal de Matosinhos.

De acordo com a autarquia, os membros que compõe a CMPC aprovaram ainda recomendar ao Governo que seja determinada a proibição de circulação entre concelhos limítrofes, à semelhança do que foi adotado nos concelhos de Lousada, Paços de Ferreira e Felgueiras.

Paralelamente, recomendam a implementação de ensino à distancia para o 3.º ciclo, ensino secundário, profissional e universitário, bem como o dever de permanência no domicilio, exceto em circulações autorizadas.

A CMPC vai ainda propor a partilha da localização de georreferencia das pessoas infetadas e em quarentena, bem como os locais onde foram detetados surtos.

“A CMPC solicita ainda a criação de um dispositivo de reforço da capacidade operacional dos corpos de bombeiros para resposta à covid-19, semelhante ao dispositivo de combate aos incêndios florestais”, acrescenta a autarquia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.371 pessoas dos 124.432 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

+ notícias: Norte

Idosos mostram-se recetivos com a segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19

A passada segunda-feira ficou marcada com o início da segunda dose de reforço contra a covid-19 para as pessoas com maiores de 80 anos. O Porto Canal visitou na manhã desta terça-feira o lar Anima Una, em Braga e, o diretor técnico Rafael Sousa adiantu que os idosos se têm mostrado recetivos na administração desta segunda dose de reforço. Segundo explicou o diretor técnico e enfermeiro, durante o dia de hoje "serão vacinados cerca de 50 idosos num universo de 57", visto que os restantes serão vacinados mais à frente devido ao cumprimento de períodos relativos ao facto de terem covid-19 há menos de 120 dias ou receberam a primeira dose de reforço há menos de 150 dias.

Bandeira LGBTI hasteada frente à CM do Porto para assinalar a luta contra a homofobia. Rui Moreira diz que momento representa a "forma como a cidade é aberta a todos"

A bandeira LGBTI foi hasteada na manhã desta terça-feira em frente à Câmara Municipal do Porto no dia em que se assinala a luta contra a homofobia. Rui Moreira, Autarca do Porto, esteve presente nesse momento e, em declarações ao Porto Canal referiu que o hastear da bandeira em frente à câmara representa "a forma como a cidade é aberta a todos" e manifesta uma "grande simbologia". Além disso, o autarca do Porto salientou a importância das instituições e a Câmara se associarem em causas como estas.

Empresa de resíduos conta que portugueses "estão cada vez mais sensibilizados para a necessidade de reciclar" em dia internacional da reciclagem

Esta terça-feira assinala-se o dia internacional da reciclagem e, o Porto Canal visitou a LIPOR, uma empresa de gestão de resíduos do Porto, num dos pontos onde são recebidos os materiais e feita a primeira triagem. Em declarações ao Porto Canal, Hélder Filipe, técnico da LIPOR, contou que tendo em conta os valores globais nota-se que os portugueses "estão cada vez mais sensibilizados para a necessidade de reciclar". Além disso, Hélder Filipe explicou que no que toca à diminuição do uso de plástico verifica-se "muito trabalho de prevenção em tentar substituir o plástico por outros materiais".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras