Info

Covid-19: Brasil regista 819 mortes e 41.906 novos casos em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Brasília, 07 out 2020 (Lusa) - O Brasil registou 819 mortes e 41.906 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, informou hoje o Ministério da Saúde, acrescentando que investiga a eventual relação de 2.579 óbitos com a doença.

De acordo com o último boletim epidemiológico, o Brasil totaliza agora 147.494 vítimas mortais e 4.969.141 infeções desde o início da pandemia, registada oficialmente no país em 26 de fevereiro.

Segundo as autoridades de Saúde, 573 das 819 mortes ocorreram nos últimos três dias, mas apenas foram englobadas nos dados de hoje, após confirmação da causa de óbito.

Por outro lado, um consórcio formado pela imprensa brasileira, que colabora na recolha de informações junto das secretarias de Saúde estaduais, anunciou que o país somou 798 vítimas mortais e 30.454 infetados nas últimas 24 horas.

No total, o consórcio constituído pelos principais media do Brasil revelou que o país contabiliza 4.970.953 casos e 147.571 vítimas mortais, desde o início da pandemia, registada no país em 26 de fevereiro.

No Brasil, 4.352.871 pessoas diagnosticadas com a covid-19 já recuperaram da doença, enquanto que 468.776 pacientes infetados estão sob acompanhamento médico.

A taxa de letalidade da doença no país está fixada em 3%.

São Paulo (1.010.839), Bahia (318.147), Minas Gerais (310.124) e Rio de Janeiro (275.415) são os estados que concentram o maior número de casos de infeção.

Já as unidades federativas com mais mortes são São Paulo (36.490), que é o foco da pandemia no país, seguido pelo Rio de Janeiro (18.883), Ceará (9.084) e Pernambuco (8.356).

Pela primeira vez desde abril, o Brasil, país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, conseguiu manter a taxa de transmissão do novo coronavírus abaixo de um por duas semanas seguidas, segundo dados da Imperial College London, referência no acompanhamento de epidemias.

Contudo, o índice registado no país sul-americano é agora de 0,99, o que representa um ligeiro aumento em comparação com os 0,95 da semana passada.

Isso significa que cada 100 infetados transmitem o vírus para outros 99 que, por sua vez, o transmitem para mais 98, reduzindo progressivamente o alcance da doença.

A taxa de contágio é uma das principais referenciais para acompanhar a evolução epidemiológica da covid-19.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e quarenta e cinco mil mortos e mais de 35,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

MYMM // RBF

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Pfizer aprova o primeiro comprimido contra a doença

A autoridade norte-americana da saúde, a Food and Drug Administration, aprovou esta quinta-feira o uso do comprimido da Pfizer contra covid-19, o primeiro tratamento oral nos EUA para combate à doença

ONU exige libertação imediata de navio dos EAU apreendido por rebeldes no Iémen

Nações Unidas, Nova Iorque, 14 jan 2022 (Lusa) -- O Conselho de Segurança da ONU exigiu hoje a "libertação imediata" do navio dos Emirados Árabes Unidos (EAU) confiscado no início deste mês pelos rebeldes Huthis, bem como da respetiva tripulação, indicaram fontes diplomáticas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.