Covid-19: Madeira regista três novos casos e contabiliza 73 infeções ativas

| País
Porto Canal com Lusa

Funchal, Madeira, 06 out 2020 (Lusa) - A Madeira assinalou hoje três novos casos de covid-19, dois recuperados e 15 situações suspeitas, indicou o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE), referindo que o arquipélago regista agora um total de 73 infeções ativas.

"Hoje há três novos casos positivos a reportar, pelo que a região passa a contabilizar 247 casos confirmados de covid-19 no território regional", esclarece a entidade em comunicado, sublinhando que os novos casos são importados, dois provenientes do Reino Unido e um da Colômbia.

O IASAÚDE adianta que o arquipélago regista agora um total de 174 casos recuperados e 73 ativos, dos quais 64 são casos importados identificados no contexto das atividades de vigilância no Aeroporto da Madeira e nove de transmissão local.

"Relativamente ao isolamento dos casos positivos, 41 pessoas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada, 31 em alojamento próprio e um doente encontra-se em internado na Unidade Polivalente dedicada à covid-19 no Hospital [Central do Funchal] Dr. Nélio Mendonça.

À data, 15.747 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, com recurso à aplicação 'MadeiraSafe', 7.609 das quais estão em vigilância ativa.

Há ainda a reportar 15 novas situações que se encontram em estudo, todas identificadas no aeroporto da Madeira.

No contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo, há a reportar um total cumulativo de 75.802 colheitas para teste ao novo coronavírus realizadas até às 17:00 de hoje.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e quarenta e cinco mil mortos e mais de 35,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.032 pessoas dos 80.312 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

DC // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: País

Confusão na PSP sobre uso de armas obriga diretor nacional a esclarecer regras

Está a circular nas redes sociais um email supostamente da Divisão de Investigação Criminal do Comando Metropolitano de Lisboa que proíbe os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de utilizarem armas de fogo ou retirá-las do coldre em situações de desordem pública. A notícia avançada pelo 'Observador' refere que ainda no mesmo email, os agentes à civil também não podem intervir em episódios semelhantes. 

TAP diz que renovação da frota automóvel permite poupar anualmente 630 mil euros

A TAP defende que a renovação da frota automóvel para a administração e gestores permite uma poupança de 630 mil euros anualmente, justificando que a decisão foi assente neste racional ao mesmo tempo que cumpre os contratos.

5 de Outubro. Marcelo Rebelo de Sousa defende que "democracia é uma missão coletiva"

O Presidente da República defendeu esta quarta-feira que fazer avançar a democracia é uma missão coletiva e que nela "existe caminho para todos", recuando ao Portugal de há cem anos para alertar para o perigo das ditaduras.