Info

Covid-19: EUA com 705 mortos e 40.418 casos nas últimas 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Washington, 13 set 2020 (Lusa) - Os Estados Unidos (EUA) registaram 705 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 40.418 infetados nas últimas 24 horas, de acordo com uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Desde o ínicio da pandemia, o país contabilizou 193.539 óbitos e 6.479.157 casos de covid-19, segundo os números contabilizados pela universidade norte-americana, sediada em Baltimore (leste), até às 20:00 de sábado (01:00 de hoje em Lisboa).

Embora Nova Iorque já não seja o estado com o maior número de infeções, continua a ser o que contabiliza mais mortes, mais de 33 mil, um número superior ao de países como França ou Espanha. Só na cidade de Nova Iorque morreram 23.743 pessoas.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e também com mais casos de infeção confirmados.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 916.372 mortos e mais de 28,5 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PTA // PTA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Cientistas descobrem anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19

Uma equipa internacional de cientistas descobriu anticorpos que podem neutralizar as variantes da Covid-19, incluindo esta última variante Ómicron, um estudo que foi desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos EUA

Deutsche Bank com lucro de 2.510 ME em 2021 obtém melhor resultado em 10 anos

Frankfurt, Alemanha, 27 jan 2022 (Lusa) - O Deutsche Bank obteve em 2021 um resultado líquido de 2.510 milhões de euros, quatro vezes superior ao de 2020 (624 milhões de euros) e o mais elevado desde 2011, foi hoje anunciado.

Renault, Nissan e Mitsubishi investem 23.000 ME na produção de automóveis elétricos

Paris, 27 jan 2022 (Lusa) - A parceria formada pela Renault, Nissan e Mitsubishi vai investir 23.000 milhões de euros nos próximos cinco anos no desenvolvimento e produção de novos automóveis elétricos, pretendendo lançar 35 novos modelos até 2030, foi hoje anunciado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.