Info

Covid-19: Madeira com seis novos casos positivos e 36 situações ativas

| País
Porto Canal com Lusa

Funchal, Madeira, 27 ago 2020 (Lusa) -- A Madeira regista hoje seis novos casos positivos de covid-19, perfazendo um total de 154 doentes confirmados e 36 situações ativas, revelou hoje o Instituto de Administração de Saúde da região (IASAÚDE).

"Hoje, há seis novos casos positivos a reportar, pelo que a região contabiliza agora um total cumulativo de 154 casos confirmados de covid-19", pode ler-se no boletim epidemiológico divulgado pela autoridade regional de saúde.

Sobre os novos casos identificados, o documento refere que quatro são importados, provenientes da Polónia e Itália, sendo outros dois de transmissão local detetados no concelho do Funchal, no âmbito da operação de rastreio montada no Aeroporto da Madeira.

No documento, o IASAÚDE acrescenta que "a investigação epidemiológica desta cadeia de transmissão permitiu identificar, até ao momento, nove contactos", sendo que "dois foram confirmados, dois foram negativos e cinco aguardam resultados".

"Todos os contactos permanecem em isolamento e a investigação epidemiológica continua em curso", assegura.

Também menciona que, desde quarta-feira, existem outras duas situações de viajantes que estão em fase de "estudo pelas autoridades de saúde", estando em curso as análises laboratoriais e investigações epidemiológicas.

O IASAÚDE indica que Madeira mantém um total cumulativo de "118 casos recuperados de covid-19" e 36 casos ativos, dos quais 29 são situações importadas que foram identificadas na atividades de vigilância em curso no Aeroporto da Madeira e "sete são de transmissão local".

No que diz respeito à cadeia de transmissão que surgiu no Porto Santo, com origem num caso confirmado na região de Lisboa e Vale do Tejo, de uma visitante que passou férias na ilha e apenas acusou positivo após o regresso ao continente, aponta que "a investigação epidemiológica permitiu identificar, até ao momento, 23 contactos".

Em relação a estes casos, refere que três testaram positivo, em 15 deram negativo e outros cinco "aguardam os resultados".

"Todos os contactos permanecem em isolamento e a investigação epidemiológica continua em curso", assegura a autoridade regional de saúde sobre esta situação verificada no Porto Santo.

Segundo o IASAÚDE, quanto ao total de casos positivos que estão em isolamento na região, 21 pessoas estão a cumprir a medida numa unidade hoteleira e outros 15 estão em alojamento próprio.

Também aponta que, "até à data, 17.547 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, com recurso à aplicação [telemóvel] MadeiraSafeToDiscover, sendo que 7.718 destas pessoas estão em vigilância ativa".

A mesma nota do instituto refere que, até hoje, "foram contabilizadas na Região Autónoma da Madeira 1.613 notificações de casos suspeitos de covid-19, dos quais 1.459 não se confirmaram".

Ainda indica que o Laboratório de Patologia Clínica do Serviço Regional de Saúde da Madeira processou 71.425 amostras para o teste de PCR.

Relativamente à operação de rastreio realizada nos portos e aeroportos da Madeira e Porto Santo aos visitantes que chegam à região, a autoridade de saúde madeirense reporta um total cumulativo de 39.391 colheitas para teste à covid-19 realizadas até às 17:00 de hoje.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 826 mil mortos e infetou mais de 24,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.809 pessoas das 56.673 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AMB // MCL

Lusa/fim

+ notícias: País

Miocardite por infeção é 60 vezes mais frequente do que após vacina contra a Covid-19

A miocardite por infeção com SARS-CoV-2 é 60 vezes mais frequente do que após a vacinação e pode ter sintomas mais graves e complicações e sequelas a curto prazo, refere um parecer técnico hoje divulgado.

Denúncias de cibercrimes duplicaram em 2021

As denúncias de cibercrimes duplicaram no ano passado, chegando às 1.160, mais do dobro do ano anterior, segundo os números divulgados pelo Gabinete de Cibercrime da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.