Covid-19: Açores com três novos casos nas últimas 24 horas

| País
Porto Canal com Lusa

Ponta Delgada, Açores, 27 ago 2020 (Lusa) -- Os Açores registaram três novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, dois dos quais regressaram ao continente, somando assim 28 casos ativos, indicou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde Regional dos Açores informa que foi diagnosticado um homem de 31 anos, "proveniente de ligação aérea com o território continental", no teste de despiste feito à chegada.

Os outros dois casos dizem respeito a um homem de 37 anos e uma mulher de 36, "que obtiveram resultado negativo no teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 realizado à chegada e resultado positivo no rastreio efetuado após o sexto dia, tendo este sido conhecido depois do seu regresso a território continental".

"Os casos apresentam situação clínica estável e foram já diligenciados, pelas Delegações de Saúde Concelhias, os procedimentos definidos para caso confirmado, testagem e vigilância de contactos próximos, bem como contacto com as autoridades de saúde de território continental para acompanhamento dos casos diagnosticados", garante a Autoridade de Saúde Regional.

Até ao momento, foram detetados 216 casos de infeção pelo novo coronavírus nos Açores, dos quais 28 mantêm-se ativos, sendo 25 em São Miguel, dois na ilha Terceira e um na ilha do Pico.

Desde o início do surto, morreram 16 pessoas no arquipélago, todas em São Miguel, e 154 recuperaram, tendo as restantes regressado aos destinos de origem.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 826 mil mortos e infetou mais de 24,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.809 pessoas das 56.673 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

ILYD // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: País

Incêndio na Serra da Estrela deixa mancha negra de luto. Habitantes estão preocupados com o futuro

Ao fim de 12 dias, o incêndio na Serra da Estrela deixou uma mancha negra de luto, tapando o verde que outrora sobressaía. Ao Porto Canal, os habitantes mostraram-se preocupados com o futuro, visto que o principal alimento dos animais foi consumido pelo incêndio.

Casal de emigrantes vê negócio na Serra da Estrela alterado pelas chamas

Um casal de emigrantes, que estava na França há mais de 50 anos, decidiu investir em turismo rural na Serra da Estrela. No entanto, ao longo destes últimos dias viram o seu negócio ser alterado pelas chamas.

Registo de galinhas poedeiras obrigatório em setembro

Os criadores de galinhas poedeiras estão obrigados a registar os seus animais em setembro, com exceção dos estabelecimentos com menos de 350 aves, indicou hoje a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).