Covid-19: Dois restaurantes encerrados em Grândola devido a surto que já infetou 18 pessoas

| País
Porto Canal com Lusa

Grândola, Setúbal, 26 ago 2020 (Lusa) -- Dois restaurantes na freguesia do Carvalhal, concelho de Grândola, foram encerrados, no espaço de uma semana, devido a um surto de covid-19, que já infetou 18 pessoas, disse hoje à agência Lusa o delegado de saúde.

"O primeiro estabelecimento foi encerrado, no dia 20 deste mês, quando verificámos a existência de casos positivos. Depois, surgiu outro estabelecimento, na mesma zona, com casos positivos, que foi encerrado hoje", referiu Ismael Selemane, delegado de saúde de Grândola, no distrito de Setúbal.

O surto "foi despoletado a partir de um caso positivo, diagnosticado na última quinta-feira (20 de agosto), entre os funcionários dos estabelecimentos, pertencentes ao mesmo proprietário", adiantou o responsável.

As 18 pessoas infetadas residem no concelho vizinho de Alcácer do Sal.

"Temos um total de 18 casos positivos, 12 funcionários no primeiro restaurante, dois no segundo restaurante e ainda quatro familiares relacionados com este foco, mas ainda não temos todos os resultados", avançou à Lusa a delegada de saúde de Alcácer do Sal, Tamara Prokopenko.

O primeiro restaurante a ser encerrado "tem 20 funcionários" e o segundo "conta com um total de 15 funcionários", acrescentou.

"Um funcionário do primeiro restaurante fechado coabita com outros funcionários do segundo restaurante, daí descobrimos esta ligação e decidimos testar todos os funcionários do segundo restaurante", relatou.

Segundo a delegada de saúde de Alcácer do Sal, estão a ser feitos "testes a todos os funcionários e todos os casos positivos, assim como os familiares, foram colocados em quarentena e em vigilância ativa".

"Estamos tentar conter o surto o máximo possível", frisou.

Na origem do surto "estão estabelecimentos localizados na freguesia do Carvalhal, concelho de Grândola, que envolvem pessoas que residem nas localidades de Possanco, Carrasqueira e Comporta, no concelho de Alcácer do Sal", esclareceu à Lusa o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença.

"De acordo com a autoridade de saúde, é uma situação preocupante e já alertámos a autoridade policial porque há muito poucos efetivos no posto da GNR da Comporta. As pessoas que estão identificadas e assintomáticas são obrigadas ao confinamento e não podem andar na rua, Por isso, compete às autoridades acompanhar o assunto", alertou.

Para o autarca, "este surto tem origem num aumento exponencial de procura que as praias da Comporta, desde Troia até à costa de Santo André [concelho de Santiago do Cacém], têm tido este verão e que teve reflexos nos estabelecimentos, nos restaurantes, na rua e tantas e tantas vezes as pessoas não respeitarem as regras básicas de disciplina".

HYN // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: País

Desacatos em Guimarães: José Luís Carneiro diz que as autoridades desencadearam as diligências necessárias

Sobre os distúrbios provodados por adeptos do Hajduk Split e da claque No Name Boys, José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, não quis confirmar se a intenção era também provocar desacatos na Ribeira do Porto. Mas garante que as autoridades desencadearam as diligências necessárias neste caso.

Seis universidades portuguesas entre as mil melhores do mundo

Seis universidades portuguesas foram incluídas entre as mil melhores do mundo no Ranking de Xangai, hoje publicado, com Harvard a aparecer no topo da lista, dominada pelos Estados Unidos.

Greve de hoje na CP pode provocar atrasos e supressões de comboios

Trabalhadores do setor ferroviário cumprem hoje um dia de greve que poderá causar "perturbações nos serviços" da CP - Comboios de Portugal, segundo a empresa que aponta para a possibilidade de atrasos e supressões de comboios.