Portugal regista mais duas mortes e 145 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal regista mais duas mortes e 145 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal regista mais duas mortes relacionadas com a covid-19 e 145 novos casos confirmados de infeção nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), hoje divulgado.

De acordo com o boletim da DGS, desde o início da pandemia até hoje, registaram-se 55.597 casos de infeção e 1.796 mortes.

O Norte foi a região que registou mais novos casos nas últimas 24 horas, com 69 infeções confirmadas, contabilizando um total de 19.929 casos, tendo registado mais um óbito, de um total de 843.

A região Norte tinha registado no dia 17 de agosto mais novos casos do que Lisboa e Vale do Tejo, algo que não acontecia há mais de três meses.

Após 17 de agosto, Lisboa e Vale do Tejo voltou a liderar o número de novos casos, sendo que hoje voltou a ser suplantada pelo Norte.

Hoje, a região de Lisboa e Vale do Tejo registou mais um óbito (de um total de 646) e contabiliza 28.753 casos, dos quais 47 confirmados nas últimas 24 horas.

De acordo com o boletim, houve mais 122 doentes recuperados, totalizando 40.774 casos de recuperação.

O boletim da DGS de hoje revela que há mais um internamento e mais cinco doentes em cuidados intensivos em relação a sábado.

A região Centro contabiliza 4.661 casos confirmados (mais 13), o Algarve 1.028 (mais 14), e o Alentejo regista 887 (mais dois). Nenhuma destas regiões registou qualquer novo óbito por covid-19.

O Centro mantém 253 mortes, o Alentejo 22 e o Algarve 17.

Nos Açores e na Madeira não houve qualquer mudança face a sábado.

Os Açores totalizam 199 casos desde o início da pandemia e 15 mortes, e a Madeira 140 casos e nenhum óbito por covid-19.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, sendo entre os 40 e os 49 anos que se registam mais infeções, contabilizando-se um total de 9.178, seguida da faixa etária entre os 30 e os 39 anos, com 9.124 casos, e entre os 20 e os 29 anos, com 8.646.

Os dados indicam ainda que houve 25.007 homens e 30.590 mulheres infetados desde o início da pandemia.

Do total de vítimas mortais, 904 são homens e 892 são mulheres.

O maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos, com 1.201 mortes registadas desde o início da pandemia, seguindo-se as faixas entre os 70 e os 79 anos (350).

Os dois novos óbitos registados hoje foram de pessoas com mais de 80 anos.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 34.413 pessoas (mais 243 do que na véspera).

+ notícias: País

Calendário para os dois próximos anos letivos já são conhecidos. Veja aqui

As aulas vão começar na terceira semana de setembro. O Ministério da Educação vai avançar com o calendário para os próximos dois anos letivos, 2022/23 e 2023/24, com o “objectivo de dar condições de maior previsibilidade de trabalho às escolas e às famílias”, avança o Jornal de Notícias e o Público. O projeto de despacho ainda se encontra em consulta pelos parceiros e ainda pode sofrer alterações.

 

Mestre Álvaro Siza faz hoje 89 anos. Viaje até ao mundo do arquiteto

O arquiteto Álvaro Siza Vieira faz este sábado 89 anos. Natural de Matosinhos, é uma das maiores figuras da arquitetura mundial e um dos mais premiados de sempre. Foi o primeiro arquiteto português a receber um Pritzker - considerado o Nobel da arquitetura.

Youtuber explica como conseguir cidadania portuguesa “sem residência, propriedade ou casamento”

Influenciador fez um donativo à Comunidade Israelita do Porto, que antes da detenção do rabino pela PJ, negociava o processo de comprovação das descendências sefarditas a cidadãos estrangeiros.