Covid-19: Argentina com 53 mortes e 7.759 casos nas últimas 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Buenos Aires, 23 ago 2020 (Lusa) - A Argentina registou 53 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, além de 7.759 novos casos confirmados, anunciaram as autoridades argentinas.

O país, com 44 milhões de habitantes, contabilizou 336.802 casos de covid-19 desde o início da epidemia, que resultaram em 6.848 mortes.

A cidade de Buenos Aires continua a ser o principal foco de transmissão, mas várias províncias aumentaram o número de infeções diárias nos últimos dias, alertaram as autoridades sanitárias.

"Temos um número significativo de províncias que continuam a relatar casos diariamente, temos cada vez mais zonas com transmissão comunitária", informou no sábado a secretária de Acesso à Saúde daquele país, Carla Vizzotti, citada pela agência de notícias espanhola Efe.

A província de Jujuy, no norte do país, cujo sistema de saúde se encontra em nível crítico, registou 212 novas infeções nas últimas 24 horas. Santa Fé (centro) contabilizou 294 casos, Mendoza (oeste) 245, Córdoba 219 e Salta (norte) 150.

A província de San Juan (noroeste), a primeira a retomar as aulas no país, graças ao até aqui reduzido nível de infeções, regressou na sexta-feira à fase 1 do isolamento preventivo durante 14 dias, após a deteção de 27 pessoas infetadas com covid-19 em 48 horas, tendo diagnosticado três novos casos nas últimas 24 horas.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 800 mil mortos e infetou mais de 23 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias FRance-Presse (AFP).

Em Portugal, morreram 1.794 pessoas das 55.452 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

PTA // PTA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Johnson & Johnson suspende venda de pó de talco para bebés em todo o mundo em 2023

A Johnson & Johnson vai suspender em 2023 a venda do pó de talco para bebés em todo o mundo, após milhares de reclamações sobre a segurança do produto, suspenso já há dois anos nos Estados Unidos e Canadá.

Morreu o cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, autor de "O Menino Nicolau"

O cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, conhecido pelas suas ilustrações em "O Menino Nicolau" e pelos seus desenhos humorísticos nos jornais, morreu hoje aos 89 anos, confirmou a sua mulher, Martine Gossieaux Sempé, à agência de notícias AFP.

Julho foi dos meses mais quentes jamais registados no mundo

O mês passado foi um dos julhos mais quentes jamais registados no mundo, indicou, esta terça-feira, a Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) com sede em Genebra.