ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Covid-19: China aprova vacina para uso exclusivo dos militares

Covid-19: China aprova vacina para uso exclusivo dos militares
| Mundo
Porto Canal com Lusa

A China aprovou esta segunda-feira uma vacina contra o novo coronavírus, para uso interno no Exército de Libertação Popular, as forças armadas do país, após resultados positivos nos ensaios clínicos.

A vacina foi criada pelo Instituto Científico Militar e a empresa biofarmacêutica chinesa CanSino Biologics, segundo um comunicado desta firma, que tem sede na cidade portuária de Tianjin, nordeste da China.

A nova vacina recorre a clonagem molecular da covid-19, técnica da engenharia genética conhecida também por ADN recombinante, e foi aprovada para "uso exclusivo dos militares" chineses, em 25 de junho, pela Comissão Militar Central, segundo a imprensa local.

A aprovação é válida por um ano.

A vacina da CanSino passou pelas fases um e dois de testes, que indicaram que tem "potencial para prevenir doenças causadas pelo Sars-Cov-2", o vírus que causa a covid-19, detalhou a CanSino em comunicado.

Quase 150 vacinas para a covid-19 estão a ser desenvolvidas por cientistas de todo o mundo. Sete candidatos a vacina desenvolvidos por empresas chinesas estão em fase de testes clínicos na China.

+ notícias: Mundo

Forte explosão ouvida em Beirute

Uma forte explosão abalou hoje a capital do Líbano, Beirute, segundo correspondentes da agência France-Presse no local.

Covid-19: Pandemia já causou mais de 596 mil mortos e 14 milhões de infetados no mundo

A pandemia de covid-19 já matou pelo menos 596.742 pessoas e ultrapassou os 14 milhões de infetados em todo o mundo desde dezembro, segundo o balanço mais recente da agência de notícias AFP.

Covid-19: Itália regista mais cinco mortes e 190 contágios em 24 horas

Roma, 04 ago 2020 (Lusa) -- Itália confirmou hoje mais cinco mortes associadas à covid-19, um dos menores aumentos durante a crise do novo coronavírus, e mais 190 novos casos de contágio, indicou hoje o Ministério da Saúde italiano.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.