ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

"A vitória de hoje é uma vitória do grupo de trabalho"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O FC Porto recebeu e goleou o Boavista (4-0), no Estádio do Dragão, e é líder isolado da Liga NOS com 67 pontos, mais três do que o Benfica. Após o dérbi da Invicta referente à 28.ª jornada do campeonato, em plena noite de São João, Sérgio Conceição elogiou a competência portista no capítulo da finalização e o terceiro jogo consecutivos em sofrer golos por parte dos Dragões. A luta pelo título, acredita o treinador, vai ser até ao fim.

O resumo do jogo
“Sabíamos que íamos apanhar um adversário complicado. Nos últimos jogos, o Boavista teve um comportamento fantástico em termos de consistência e qualidade de jogo. Este era um jogo em que tínhamos de ser competentes no processo ofensivo e concluir tudo aquilo que estamos a criar. Comparando os dados depois da retoma, estamos melhor em tudo, menos na finalização. Hoje fomos competentes, fizemos quatro golos e criámos mais algumas oportunidades para marcar mais. A vitória de hoje é uma vitória do grupo de trabalho.”

Espírito coletivo fez a diferença
“Era importante dar alguma tranquilidade aos jogadores. Sabia que, se interpretássemos bem o que falámos no balneário durante o intervalo, íamos chegar ao golo. Era importantes mantermos a nossa coesão defensiva e este foi o terceiro jogo consecutivo em que não sofremos golos. Mudei a estrutura da equipa após o intervalo, mas todos os jogadores que entraram foram muito importantes na excelente segunda parte que fizemos. O espírito de grupo é fantástico e hoje ficou provado, não só pelos que estavam no banco, mas também pelos que ficaram de fora, que apareceram de surpresa no hotel. Isto demonstra a solidariedade e o espírito que há aqui.”

Vontade “muito grande” de manter a liderança
“A minha postura é sempre a mesma, com ou sem público. Sou um apaixonado do futebol e gosto de viver intensamente todos os momentos da minha profissão, mas este ambiente é estranho e difícil para toda a gente. É tudo novo para nós. Ninguém era uma besta e agora é bestial. Há que ter serenidade neste momento e perceber que vai ser um campeonato duro até ao fim. Ainda faltam seis jogos, mas estamos na luta e com uma vontade muito grande de concretizar os nossos objetivos.”

Luta até ao fim
“Temos de contar connosco como equipa e preparar os jogos percebendo o que o adversário poderá fazer ou mudar, pois as outras equipas costumam mudar coisas na estrutura contra nós. Temos de trabalhar o que controlamos. O estado de espírito neste momento é muito importante. À medida que o campeonato se aproxima do final, existe essa tal pressão nas equipas, seja qual for o objetivo. Vai ser uma luta até ao fim.”

Tomás Esteves e os outros
“O Tomás é um menino de 17 anos e está a fazer o seu trajeto. Todos os dias tenta perceber aquilo que queremos e estes jogos são importantes para o crescimento e para a formação do jogador. O próprio Pepe, que tem 37 anos, ainda tem coisas a corrigir, mas faz parte do trabalho diário. O FC Porto está bem no que diz respeito aos jovens que fazem parte do plantel principal. Parece que é obrigatório meter jovens da formação, mas eu não penso assim. Os treinos são fechados e as pessoas não veem. Quem treina diariamente com os jogadores, sabe qual é o melhor onze e o que tem de fazer para determinado jogo. Os jogadores têm que merecer jogar e todos trabalham para isso.”

+ notícias: FC Porto

FC Porto repudia carga policial contra adeptos portistas em Coimbra. Pedido de inquérito deu entrada no Ministério da Administração Interna

O FC Porto repudia, em comunicado avançado esta segunda-feira, a violência policial usada em Coimbra sobre adeptos do FC Porto "cujo comportamento não estava a atentar contra a ordem pública, nem sequer a perturbar o convívio de outros cidadãos presentes no local". Dados "os graves acontecimentos dos quais resultaram vários feridos", o FC Porto pediu a abertura de um inquérito ao Ministério da Administração Interna.

Pinto da Costa: "Havia um sentimento de salvação nacional para que o Benfica ganhasse alguma coisa"

Jorge Nuno Pinto da Costa, Presidente do FC Porto, afirma que "havia um sentimento de salvação nacional para que o Benfica ganhasse alguma coisa", mas os azuis em brancos ganharam em todas as circunstâncias. Para o Presidente portista "os grandes derrotados foram alguns jornalistas e alguns órgãos de comunicação social" que "tudo fizeram para o FC Porto perder".

No Fado de Coimbra foi o Porto que deu a lição. FC Porto vence Taça de Portugal ao vencer o Benfica por 2-1

O FC Porto conquistou hoje pela 17.ª vez a Taça de Portugal de futebol, ao vencer o Benfica, por 2-1, conseguindo a 'dobradinha', depois de já se ter sagrado campeão nacional.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"O humor nem sempre é para rir"...

N'Agenda

João Gil: "O Porto é uma...

N'Agenda

Manuela Azevedo: "Quem está no...