Info

PJ deteve suspeito de duplo homicídio em Valpaços

PJ deteve suspeito de duplo homicídio em Valpaços
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real anunciou que deteve hoje um homem de 65 anos suspeito do duplo homicídio que ocorreu no sábado, na aldeia de Avarenta, no concelho de Valpaços.

As vítimas, um casal na casa dos 50 anos, foram encontradas baleadas num terreno agrícola na localidade de Avarenta, freguesia de Carrazedo de Montenegro, para onde tinham ido trabalhar.

Segundo disse a PJ, em comunicado, "o arguido, munido de uma arma de fogo, terá disparado em direção às vítimas, provocando-lhes a morte imediata".

O suspeito é cunhado das vítimas e no sábado já tinha sido interrogado pela PJ de Vila Real.

No domingo, decorreu uma operação que envolveu elementos da PJ e da GNR, durante a qual foi encontrada uma arma, numa zona próxima do local onde ocorreu o duplo homicídio.

A detenção foi feita por elementos do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real da PJ e ocorreu ao final da tarde de hoje.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias para interrogatório e aplicação de eventuais medidas de coação.

+ notícias: Norte

Bragança e Vila Real entre nove distritos em alerta especial laranja nas próximas 72 horas

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) decretou esta segunda-feira a passagem de nove distritos, maioritariamente no interior, entre eles o de Bragança e Vila Real, ao estado de alerta especial laranja nas próximas 72 horas devido a risco de incêndio rural muito elevado ou máximo.

Aprovado programa de consumo vigiado de droga no Porto

A Câmara do Porto aprovou esta segunda-feira o Programa para Consumo Vigiado que pressupõe, numa primeira fase, como projeto-piloto, a disponibilização de uma unidade amovível, a ser complementado, numa segunda fase, por um espaço móvel com um veículo adaptado.

Valongo pede ao Governo "imediata proibição" de amianto no aterro em Sobrado

A Câmara de Valongo solicitou hoje ao ministro do Ambiente a "imediata proibição de receção de amianto no aterro da Recivalongo", sob pena de "legitimar a deposição" daquele resíduo num local "na iminência de ser encerrado" pelo tribunal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.