Info

Covid-19: Administração de Saúde do Centro distribuiu mais de quatro milhões de máscaras

| País
Porto Canal com Lusa

Coimbra, 06 mai 2020 (Lusa) - A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) distribuiu, em abril, cerca de 3,9 milhões de máscaras cirúrgicas e 430 mil de proteção autofiltrante FFP2 aos profissionais de saúde na primeira linha de combate à covid-19.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a ARSC salienta que os hospitais e agrupamentos de centros de saúde (ACeS) da região receberam ainda diverso material e equipamento necessário ao tratamento de doentes com o novo coronavírus.

"Os hospitais e unidades locais de saúde têm os seus concursos de aquisição a decorrer e, durante o mês de abril, as empresas começaram a fornecer, coexistindo, paralelamente, uma gestão centralizada na ARSC que, através do Gabinete da Farmácia e do Medicamento, e mediante a Reserva Estratégica Nacional, efetuou distribuições de materiais pelas unidades hospitalares e ACeS de acordo com necessidades manifestadas e reporte diário de existências em stock", explica a presidente da instituição, Rosa Reis Marques.

No relatório de abril, consta ainda a distribuição de milhares de fatos de proteção integral e batas, óculos e viseiras, protetor de calçado, medicamentos, zaragatoas, reagentes e consumíveis de ventilação, entre outros equipamentos.

"Há hospitais que nos vão reportando não terem necessidade de máscaras e viseiras, por exemplo, dado o elevado 'stock' que já têm", referiu Rosa Reis Marques.

A responsável refere que, "para dar uma dimensão do volume rececionado, só no mês de abril a ARSC recebeu 25 camiões TIR, à média de um por dia, com material e equipamentos, que foi de imediato distribuído pelas unidades".

A presidente da ARSC destacou ainda as inúmeras doações diretas do setor privado, de associações e organizações que ofertaram diversos equipamentos.

Na segunda-feira, um estudo da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) revelou graves carências de material de apoio e de proteção no combate à pandemia da covid-19 no Serviço Nacional de Saúde.

Segundo as conclusões do estudo, a que a agência Lusa teve acesso, 88% das 1.003 respostas validadas de médicos que trabalham em hospitais e centros de saúde da região apontam para a falta de "pelo menos um tipo de material essencial para o combate à covid-19".

AMV // SSS

Lusa/fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 21 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde março

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.535 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 21 mortes atribuídas à covid-19, registando-se uma ligeira redução dos internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Visitas a lares e unidades de saúde possível com autoteste desde que supervisionado

As visitas a lares de idosos, estruturas de cuidados continuados ou utentes internados em unidades de cuidados de saúde podem ser feitas com recurso a autotestes, realizados no local ou até 24 horas antes, desde que o processo seja supervisionado.

Motorista de ministro da Administração Interna acusado de homicídio por negligência

O motorista do carro onde seguia o ministro da Administração Interna e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6 foi acusado de homicídio por negligência, segundo despacho de acusação do Ministério Público hoje divulgado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.