Covid-19: França ultrapassa 8.000 mortos desde início da pandemia

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Paris, 05 abr 2020 (Lusa) - O número total de mortos em França devido à pandemia de covid-19 subiu para 8.078, segundo os números divulgados hoje pelas autoridades francesas.

Sem conferência de imprensa, as autoridades francesas divulgaram os números atualizados da propagação da doença no país, indicando que, nas últimas 24 horas, morreram 357 pessoas que estavam hospitalizadas devido à covid-19 e 161 em lares.

Segundo as autoridades francesas, desde o dia 01 de março houve 5.889 mortes hospitalares relacionadas com a covid-19 e 2.189 em lares por todo o país.

Os números dos casos nos lares só começaram a ser divulgados na sexta-feira e continuam a ser analisados e contabilizados.

A França tem atualmente 70.478 casos confirmados de infeção por covid-19, dos quais 28.891 estão hospitalizados e 6.978 estão nos cuidados intensivos, segundo dados do Ministério da Saúde francês.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 65 mil.

Dos casos de infeção, mais de 233 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

CYF // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

NASA envia nave para alterar trajeto de asteroide

A NASA, agência espacial norte-americana, vai enviar a sua nave DART numa missão para colidir com um asteróide, no primeiro teste de uma técnica que pode um dia ser necessária para desviar um objeto espacial que ameace colidir com a Terra.

Comissário da Economia insta novo governo italiano a cumprir acordo de Draghi

O comissário europeu de Economia, Paolo Gentiloni, instou esta segunda-feira o futuro Gobierno italiano a respeitar o plano de recuperação acordado entre as autoridades comunitárias e o Executivo de Mario Draghi.

Pelo menos 75 mortos na repressão das manifestações no Irão

Pelo menos 75 pessoas já foram mortas no Irão na repressão das manifestações iniciadas há dez dias pela morte de uma jovem mulher detida pela polícia da moralidade, indicou hoje a ONG anti-regime Iran Human Rights (IHR), sediada em Oslo.