Covid-19: DGS destaca "capacidade enorme de recuperação" das crianças

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 05 abr 2020 (Lusa) -- A Direção-Geral da Saúde (DGS) avançou hoje que tem sido dada "muita atenção" aos casos pediátricos com covid-19, e destacou a "capacidade enorme de recuperação" das crianças infetadas.

Na conferência de imprensa diária, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, disse que as idades das pessoas internadas nos cuidados intensivos "acompanha a tendência geral e são sobretudo pessoas idosas".

"Temos centrado muito a nossa atenção nas idades pediátricas", precisou, acrescentando que "estão a ser atenciosamente acompanhadas todos os dias".

Segundo Graça Freitas, as notícias "são muito boas" e as crianças que são internadas, mesmo as que entram com um quadro clinicamente grave e complexo, "têm tido uma capacidade enorme de recuperação e a maior parte está no domicílio e muitas foram dadas como curadas".

A diretora-geral da Saúde frisou que, em idades pediátricas, as situações "têm evoluído muito bem".

Em relação aos adultos jovens, Graça Freitas afirmou que o internamento em unidades de cuidados intensivos tem sido sobretudo determinado pela "condição clínica", designadamente "doentes com uma morbilidade basal muito grave".

"Os internamentos em intensivos acompanham, mais ou menos, a distribuição etária dos óbitos", frisou ainda.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela DGS, registaram-se 295 mortes, mais 29 do que na véspera (+11%), e 11.278 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 754 em relação a sexta-feira (+7,2%).

Dos infetados, 1.084 estão internados, 267 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 75 doentes que já recuperaram.

A faixa etária mais afetada é a dos 40 aos 49 anos (2.058), seguida dos 50 aos 59 anos (2.033), dos 30 aos 39 anos (1.671) e dos 60 aos 69 anos (1.491).

Há ainda 162 casos de crianças até aos nove anos, 276 de jovens com idades entre os 10 e os 19 anos e nas idades entre os 20 e os 29 anos há 1.179 casos.

CMP // MAG

Lusa/fim

+ notícias: País

Confusão na PSP sobre uso de armas obriga diretor nacional a esclarecer regras

Está a circular nas redes sociais um email supostamente da Divisão de Investigação Criminal do Comando Metropolitano de Lisboa que proíbe os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de utilizarem armas de fogo ou retirá-las do coldre em situações de desordem pública. A notícia avançada pelo 'Observador' refere que ainda no mesmo email, os agentes à civil também não podem intervir em episódios semelhantes. 

TAP diz que renovação da frota automóvel permite poupar anualmente 630 mil euros

A TAP defende que a renovação da frota automóvel para a administração e gestores permite uma poupança de 630 mil euros anualmente, justificando que a decisão foi assente neste racional ao mesmo tempo que cumpre os contratos.

5 de Outubro. Marcelo Rebelo de Sousa defende que "democracia é uma missão coletiva"

O Presidente da República defendeu esta quarta-feira que fazer avançar a democracia é uma missão coletiva e que nela "existe caminho para todos", recuando ao Portugal de há cem anos para alertar para o perigo das ditaduras.