Covid-19: Ministra pede "esforço redobrado" a instituições para retirar pressão nos hospitais

Covid-19: Ministra pede "esforço redobrado" a instituições para retirar pressão nos hospitais
| País
Porto Canal com Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu hoje uma crescente pressão nos hospitais por causa da covid-19, apelando a um "esforço redobrado" de lares e unidades de cuidados continuados para acolher quem já não necessite de cuidados hospitalares.

Na conferência de imprensa diária na Direção-geral de Saúde, Marta Temido apelou a que só estejam em internamento hospitalar "aqueles que efetivamente precisem de estar", para que sejam geridas de "forma eficiente" as capacidades de internamento hospitalar.

"Neste momento, é necessário fazer um apelo redobrado ao esforço de articulação de toda a estrutura social para que os hospitais sejam reservados para os casos graves e estados críticos", sublinhou.

Marta Temido defendeu igualmente a necessidade de se "prevenir bloqueios" à admissão de utentes noutras estruturas como lares e unidades de cuidados continuados.

Portugal regista hoje 295 mortes associadas à covid-19, mais 29 do que no sábado, e 11.278 infetados (mais 754), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Das 11.278 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (9.927) está a recuperar em casa, 1.084 (mais nove, +0,8%) estão internadas, 267 (mais 16, +6,4%) dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos. 

+ notícias: País

Incêndio na Serra da Estrela deixa mancha negra de luto. Habitantes estão preocupados com o futuro

Ao fim de 12 dias, o incêndio na Serra da Estrela deixou uma mancha negra de luto, tapando o verde que outrora sobressaía. Ao Porto Canal, os habitantes mostraram-se preocupados com o futuro, visto que o principal alimento dos animais foi consumido pelo incêndio.

Casal de emigrantes vê negócio na Serra da Estrela alterado pelas chamas

Um casal de emigrantes, que estava na França há mais de 50 anos, decidiu investir em turismo rural na Serra da Estrela. No entanto, ao longo destes últimos dias viram o seu negócio ser alterado pelas chamas.

Registo de galinhas poedeiras obrigatório em setembro

Os criadores de galinhas poedeiras estão obrigados a registar os seus animais em setembro, com exceção dos estabelecimentos com menos de 350 aves, indicou hoje a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).