Covid-19: Turistas portugueses em Bali regressam a Lisboa no domingo

| País
Porto Canal com Lusa

Díli, 04 abr 2020 (Lusa) -- Mais de 50 portugueses e 90 outros cidadãos europeus partem domingo da ilha indonésia de Bali num voo de repatriamento fruto de complexas negociações que envolveram a empresa dona do cruzeiro MSC Fantasia, que atracou em Lisboa.

Fontes conhecedoras da operação explicaram à Lusa que o voo de repatriamento, sem custos para os passageiros ou para o Estado português, levará a bordo "mais de 50 portugueses", entre turistas e residentes na Indonésia e sete outros que viajaram de Timor-Leste.

Negociada ao longo das últimas semanas, a "oportunidade de viagem" surgiu na sequência da necessidade da MSC repatriar mais de 200 tripulantes indonésios do Fantasia, que atracou em Lisboa a 22 de março.

"Foram negociações complicadas, mas que felizmente se concluíram com êxito", disse a fonte ouvida pela Lusa.

Um avião fretado à Air Europa com os 200 tripulantes -- que antes de saírem de Lisboa foram testados à covid-19 -- fez a viagem direta e sem escalas entre Lisboa e Bali onde aterrou durante a tarde de hoje, hora local, no aeroporto Ngurah Rai.

Os tripulantes do Fantasia saíram diretamente do cruzeiro para o aeroporto de Lisboa, onde embarcaram no voo para a Indonésia.

Vai agora ser "aproveitado" para transportar os passageiros portugueses e cerca de 90 cidadãos de vários Estados europeus, a maioria espanhóis, que partem de Bali às 11:35 hora local de domingo, menos oito horas em Lisboa.

A bordo viajam turistas que estavam na Indonésia e com grandes dificuldades de voltar a Portugal, devido às restrições de voos e espaços aéreos em vários locais, bem como outros residentes com problemas de saúde e ainda um grupo de setecportugueses que saiu de Díli no domingo passado para Bali.

O voo de Bali chegou a estar previsto para o início desta semana, mas acabou por demorar mais do que o previsto devido às complexas negociações entre o Estado português e a MSC.

O avião fará ainda paragem em Madrid, onde se prevê a troca da tripulação, antes de continuar para Lisboa onde é esperado cerca das 20:00, hora local, em Lisboa.

Os passageiros europeus terão que cumprir um período de quarentena de 14 dias e os restantes europeus terão que seguir num período máximo de 24 horas para os seus países.

Esta é a segunda operação organizada pelo Governo português para o sudeste asiático depois do voo que saiu hoje de Díli, fretado à euro-atlântico, com mais de 200 portugueses a bordo.

 O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 60 mil.

ASP//LIL 

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais de 70% dos emigrantes querem regressar a Portugal

Mais de 70% dos portugueses residentes no estrangeiro querem regressar a Portugal, a médio ou longo prazo, e 73% já investiram ou consideram como provável investir no seu país, segundo um inquérito da Sedes divulgado hoje.

Temperaturas sobem a partir de 4.ª e podem atingir 40 graus em algumas regiões

As temperaturas vão subir a partir de quarta-feira em Portugal continental, podendo atingir os 40 graus Celsius na quinta-feira em algumas regiões, levando a um aumento significativo do perigo de incêndio rural, Segundo o IPMA.

TAP: "Reconhecemos que não estamos a oferecer serviço de excelência"

Christine Ourmières-Widener, presidente executiva da TAP, reconheceu, esta segunda-feira, que a companhia aérea não "está a oferecer o serviço de excelência" que planeou, face à crise que o transporte aéreo atravessa e que "este fim de semana não foi fácil para a TAP devido a constrangimentos vários".