Info

Covid-19: PCP de Ovar critica Bosch por fazer 700 trabalhadores anteciparem férias

| Política
Porto Canal com Lusa

Ovar, Aveiro, 01 abr 2020 (Lusa) - O PCP de Ovar criticou hoje a Bosh Security Systems, instalada no concelho em estado de calamidade pública devido à Covid-19, de desrespeitar os direitos de cerca de 700 trabalhadores ao antecipar o seu período de férias.

Em causa está o encerramento nesse município do distrito de Aveiro de toda a atividade empresarial que não envolva bens de primeira necessidade, o que, dado o cerco sanitário com controlo de entradas e saídas no território, vem obrigando os trabalhadores a isolamento domiciliário e à paragem das respetivas empresas, sempre que não seja possível recorrer a teletrabalho.

A paragem está em vigor desde 18 de março e, segundo o PCP, a Bosch Security Systems, S.A informou agora os seus funcionários de que "iria encerrar a fábrica por antecipação do período de gozo de férias", o que o PCP considera um "desrespeito pelos direitos dos trabalhadores".

Em comunicado, o partido considera que "a situação que o país e o mundo atravessam não pode (...) servir de pretexto para o agravamento da exploração e para o ataque aos direitos dos trabalhadores."

O PCP já questionou o Governo sobre o assunto, procurando saber se a Autoridade para as Condições do Trabalho tem inspecionado a atividade da Bosch e que medidas serão tomadas pelo Estado para garantir "a não imposição de férias, a manutenção dos postos de trabalho e o cumprimento de todos os direitos laborais durante a situação de pandemia".

Para o PCP, a ação fiscalizadora do Governo é tão mais necessária quanto se considerar que "os últimos dias dão um perigoso sinal de até onde [alguns] setores patronais estão dispostos a ir, espezinhando os direitos dos trabalhadores" e implementando uma "verdadeira 'lei da selva'" em que se assiste "à multiplicação de atropelos de direitos e arbitrariedades" nas relações laborais.

A Lusa contactou a empresa, mas o funcionário na portaria disse não ter forma de aceder a nenhum responsável da Bosch e recusou-se a ficar com os contatos da agência para eventuais esclarecimentos.

AYC // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Rui Moreira absolvido no processo Selminho

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, foi hoje absolvido no processo Selminho, no qual estava acusado de prevaricação por favorecer a imobiliária da família, de que era sócio, em detrimento do município portuense.

Francisco Rodrigues dos Santos: "Apelo aos Portugueses que saibam que nenhum voto no CDS será desperdiçado" 

Francisco Rodrigues dos Santos, Presidente do CDS-PP, esteve na manhã desta sexta-feira, naquele que é o sexto dia de campanha eleitoral, no Mercado do Bolhão, no Porto, junto dos comerciantes e, em declarações à comunicação social, apela aos "Portugueses que saibam que nenhum voto no CDS será desperdiçado", referindo que "as pessoas que votarem no CDS podem ter a certeza que esses votos, esses deputados que elegemos, vão formar uma nova maioria direita contra António Costa e a extrema esquerda".

A caminho da decisão: Habitantes de Joane dividem-se entre o PS e o Chega

Os habitantes de Joane, freguesia de Vila Nova de Famalicão, mostraram-se, em declarações ao Porto Canal, dividos entre o PS e o Chega, sendo que nas últimas Legislativas em 2019 deram a vitória ao PS com 37,6%, com o PSD a perder votos, obtendo 31,6%. 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS