Info

Covid-19: Alemanha regista quase duas centenas de vítimas mortais

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Berlim, 26 mar 2020 (Lusa) -- A Alemanha anunciou hoje um aumento de 44 vítimas mortais da covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 198 o número total de mortos, ainda assim uma baixa taxa de letalidade se comparada com outros países.

Segundo dados da página oficial do Instituto Robert Koch, entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças, o país confirma 36.508 infetados, com um crescimento de 4.954 face ao dia anterior.

As regiões da Baviera, Renânia do Norte-Vestefália, e Bade-Vurtemberga continuam a ser os mais afetados, com 7.993, 7.924 e 7.283 casos respetivamente.

O Bundestag (câmara baixa do parlamento alemão) aprovou esta quarta-feira um pacote de medidas de apoio à economia, o maior desde a II Guerra Mundial, com um volume total de 750 mil milhões de euros para ajudar a enfrentar os efeitos da pandemia covid-19.

O novo coronavírus, já infetou perto de 450 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 20.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

 

JYD // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Variante Delta representa 90% de casos na UE até final de agosto e mais mortes

A variante Delta do SARS-CoV-2 representará 90% das novas infeções na Europa até final de agosto e um aumento nos internamentos e mortes, estimou hoje o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), pedindo rápida vacinação.

AstraZeneca admite que tratamento com anticorpos não provou eficácia

A farmacêutica AstraZeneca admitiu hoje um retrocesso no desenvolvimento de um tratamento com anticorpos para a covid-19, uma vez que não ficou provada a sua eficácia nos ensaios clínicos em pessoas que foram expostas ao vírus.

Bolsonaro exonera Ministro do Meio Ambiente do Brasil Ricardo Salles

Brasília, 23 jun 2021 (Lusa) - O ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles, cuja gestão foi marcada por várias polémicas, foi hoje exonerado pelo Presidente, Jair Bolsonaro, que nomeou para o cargo Joaquim Alvaro Pereira Leite.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS