Info

Covid-19: França utiliza TGV para transportar doentes da Alsácia

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Paris, 26 mar 2020 (Lusa) - O Estado francês utilizou hoje pela primeira vez o comboio de alta velocidade (TGV) para transferir pessoas infetadas com o novo coronavírus.

Os primeiros pacientes da zona leste do país foram embarcados às 08:30 (07:30 em Lisboa).

De acordo com a agência France-Presse, durante a madrugada as ambulâncias transportaram os doentes para a estação de caminhos de ferro de Estrasburgo, a principal cidade da Alsácia, uma região particularmente afetada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).    

Na segunda-feira, o ministro da Saúde do governo de Paris afirmava que se tratava da "primeira operação" do género na Europa. 

Os vinte pacientes, em estado grave, vão ser transferidos para os hospitais das cidades de Angers, Le Mans, Nantes e Roche-sur-Yon. 

O grupo vai ser instalado em cinco composições no total, explicou a Direção Geral da Saúde (DGS). 

Em cada composição estão em permanência um médico anestesista, um médico de medicina interna, um enfermeiro e três auxiliares de enfermagem, acrescentou a DGS. 

Segundo as autoridades é possível que se venham a realizar mais transportes através dos caminhos de ferro de alta velocidade.

Anteriormente já se realizaram transferências de doentes da mesma região com recurso a helicópteros militares e aviões da Força Aérea.

 

PSP // FPA

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Variante Delta representa 90% de casos na UE até final de agosto e mais mortes

A variante Delta do SARS-CoV-2 representará 90% das novas infeções na Europa até final de agosto e um aumento nos internamentos e mortes, estimou hoje o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), pedindo rápida vacinação.

AstraZeneca admite que tratamento com anticorpos não provou eficácia

A farmacêutica AstraZeneca admitiu hoje um retrocesso no desenvolvimento de um tratamento com anticorpos para a covid-19, uma vez que não ficou provada a sua eficácia nos ensaios clínicos em pessoas que foram expostas ao vírus.

Bolsonaro exonera Ministro do Meio Ambiente do Brasil Ricardo Salles

Brasília, 23 jun 2021 (Lusa) - O ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles, cuja gestão foi marcada por várias polémicas, foi hoje exonerado pelo Presidente, Jair Bolsonaro, que nomeou para o cargo Joaquim Alvaro Pereira Leite.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS