Covid-19: Fundão lança bolsa de voluntários para lares e apoio domiciliário

| País
Porto Canal com Lusa

Fundão, Castelo Branco, 25 mar 2020 (Lusa) - A Câmara do Fundão lançou uma bolsa de voluntários para reunir pessoas que possam ajudar lares e serviços de apoio domiciliário, em caso de necessidade, durante o combate à pandemia da covid-19, anunciou hoje aquela autarquia do distrito de Castelo Branco.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o município presidido por Paulo Fernandes explica que o programa "é dirigido a voluntários, com menos de 50 anos, de diversas áreas, com principal destaque para farmácia, enfermagem, psicologia, geriatria, técnicos de serviço social, animação, serviços gerais, entre outros".

Segundo o referido, quem quiser integrar esta bolsa deve utilizar os contactos telefónicos 961 382 115 ou 275 779 060 ou o endereço de 'email': acaosocial@cm-fundao.pt.

A autarquia fundanense também anunciou a criação de uma linha de apoio às empresas, que visa ajudar a dar resposta às dificuldades vividas no tecido económico, em virtude da pandemia.

Esta linha está acessível através dos números de telefone 969 160 645 e 275 771 478 ou do 'e-mail': dii@cm-fundao.pt.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 18.000

Em Portugal, há 33 mortes e 2.362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 203 estão internados, 48 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de dia 19 e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

CYC // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais de 1500 operacionais no terreno para evitar reativações de incêndios na serra da Estrela e Caldas da Rainha

Mais de 1500 operacionais e cinco meios aéreos continuam em operações nos incêndios da serra da Estrela e das Caldas da Rainha, atualmente em resolução, para evitarem reativações, disse a Proteção Civil no último balanço.

PJ detém suspeito de homicídio da companheira no Barreiro

A Polícia Judiciária deteve um homem de 31 anos suspeito do homicídio da companheira, de 38, praticado com arma branca na localidade do Barreiro, distrito de Setúbal.

Liga dos Bombeiros defende criação de Comando Nacional para melhor combate aos incêndios 

A Liga dos Bombeiros defende a criação de um Comando Nacional de Bombeiros e presidente, António Nunes, diz que desta forma existiriam melhorias no combate aos incêndios.