Covid-19: Presidente da República vê unidade entre políticos e razões para esperança

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 24 mar 2020 (Lusa) - O Presidente da República considerou hoje que a sessão técnica sobre a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal contribuiu para "cimentar um espírito de coesão e de unidade" entre responsáveis políticos e que há razões para esperança.

"Era difícil estarem aqui reunidos setores políticos tão diferentes, com maneiras de ver a vida tão diferentes. E vieram todos, sem exceção, e todos intervieram, e todos perguntaram e todos foram esclarecidos. Porque todos estavam a remar no mesmo sentido. Estamos todos a remar no mesmo sentido, e vamos remar no mesmo sentido, e esse é o sinal o mais positivo desta reunião", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado falava aos jornalistas no final de uma sessão técnica em que participou a convite do primeiro-ministro, António Costa, no auditório do Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, em Lisboa, em que estiveram também o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, líderes partidários, sindicais e patronais.

O Presidente da República disse sair desta sessão "menos preocupado" e convicto "de que há razões para ter esperança".

IEL // ACL

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Regionalização: Luísa Salgueiro diz que posição de Montenegro é uma "má notícia" para a Administração Pública 

Luísa Salgueiro diz que a posição de Luís Montenegro sobre o referendo à regionalização é uma má decisão para o futuro da administração pública. A líder da Associação de Municípios faz questão de lembrar que o processo precisa de convergência política.

Miguel Alves acusa Montenegro de ter posição "antirreforma" 

Miguel Alves, presidente do Conselho Regional do Norte e autarca socialista, acusa o líder do PSD, Luís Montenegro, de ter uma posição "antirreforma".

Miguel Côrte Real poderá ser candidato à liderança da concelhia do PSD/Porto

Miguel Côrte Real, atual líder da bancada social-democrata da Assembleia Municipal do Porto, poderá ser candidato à liderança da concelhia do PSD/Porto. Fonte do PSD adiantou ao Porto Canal que a decisão de Miguel Côrte Real vai ser anunciada depois da marcação da data das eleições, o que deve acontecer em meados deste mês de julho.