Info

Covid-19: Publicado em DR despacho sobre situação de calamidade pública em Ovar

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 18 mar 2020 (Lusa) -- O despacho do Governo que determina calamidade pública para Ovar, concelho que tem quase 30 pessoas infetadas e onde existem indícios de transmissão comunitária do coronavírus que causa a doença Covid-19, foi publicado em Diário da República.

O despacho, publicado na noite de terça-feira, com "efeitos imediatos" e que vigorará até 02 de abril, determina que dentro do município de Ovar, distrito de Aveiro, "é interditada a circulação e permanência de pessoas na via pública, exceto para deslocações necessárias e urgentes".

As exceções contemplam a "venda e aquisição de bens alimentares ou farmacêuticos", os acessos "a unidades de cuidados de saúde" e ao "local de trabalho, situado no município", e, também, a "assistência e cuidado a idosos, menores, dependentes e pessoas especialmente vulneráveis".

É imposto o encerramento de "todos os serviços públicos, nacionais ou municipais, exceto hospitais e centros de saúde, forças e serviços de segurança, serviços de socorro, comunicações e abastecimento de água e energia".

O despacho decreta ainda o fecho de todos os estabelecimentos comerciais, exceto os do setor alimentar, farmácias, bancos, postos de abastecimento de combustíveis e outros que venham a ser especificados em resolução do conselho de ministros.

O Governo fixa igualmente "uma cerca sanitária municipal, estando interditadas as deslocações por via rodoviária de e para o município de Ovar", registando-se, contudo, exceções.

São exceções deslocações de profissionais de saúde, das forças e serviços de segurança e serviços de socorro, de regresso ao local de residência habitual, para abastecimento do comércio alimentar e farmacêutico, de combustíveis e de outros bens essenciais, "justificadas por razões de urgência, devidamente fundamentada", lê-se no despacho.

Está também proibida "a tomada e largada de passageiros do transporte ferroviário nas estações e apeadeiros do município de Ovar", distrito de Aveiro.

O despacho é assinado pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

JGS // SR

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Funcionárias da Misericórdia de VN Famalicão reclamam melhores condições de trabalho

As funcionárias da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Famalicão encontram-se durante esta quinta-feira e até ao final do dia da próxima sexta-feira, em greve por melhores condições de trabalho em frente ao lar S. João de Deus. Segundo apurou o Porto Canal no local, junto da Coordenadora do sindicato dos trabalhadores do comércio, escritórios e serviços de Portugal, estas funcionárias reivindicam também "descanso semanal obrigatório e complementar".

Infraestruturas de Portugal anuncia que nova linha de alta velocidade exige travessia ferroviária sobre o Douro

A Infraestruturas de Portugal(IP) anunciou que nova linha de alta velocidade exige travessia ferroviária sobre o Douro e, segundo confirmou a IP ao Porto Canal, já foi pedido um estudo de opções para a execução do projeto.

Testes da Câmara Municipal do Porto esgotam antes do final do mês de janeiro

Os testes que a Câmara Municipal do Porto disponibilizou até ao final do mês de janeiro já esgotaram, mas segundo apurou o Porto Canal, a autarquia decidiu manter os 18 postos de testagem com a realização dos testes comparticipados pelo Sistema Nacional de Saúde, os quatro testes que cada utente tem direito por mês.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS