Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Autoridade Marítima Nacional interdita grupos de pessoas nas praias

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 15 mar 2020 (Lusa) -- A Autoridade Marítima Nacional interditou no sábado à noite todas as atividades desportivas ou de lazer que juntem pessoas nas praias do continente, Madeira e Açores, para minimizar a probabilidade de disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Num comunicado publicado na página oficial, a Autoridade Marítima Nacional justifica a "medida preventiva" como resposta "para conter a propagação do Covid-19" e assegura que a "interdição será levantada logo que estejam reunidas todas as condições de segurança".

A Autoridade Marítima Nacional reforça o apelo aos cidadãos para que não se desloquem às praias e não vão a banhos.

Portugal está em nível de alerta, tendo já 169 casos de infeção com Covid-19 confirmados.

O novo coronavírus foi detetado pela primeira vez em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.700 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassa agora os 151 mil, com registo de casos em 137 países e territórios.

A Organização Mundial da Saúde declarou entretanto que o epicentro da pandemia provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) se deslocou da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália, que anunciou hoje 175 novas mortes e que regista 1.441 vítimas fatais.

SBR // MCL

Lusa/fim

+ notícias: País

Infeção pelo vírus 'monkeypox' em Portugal pode ser um surto

Os casos de infeção pelo vírus 'monkeypox', avançados em primeira mão pelo Porto Canal, confirmados em Portugal podem constituir um surto, mas não está "para já" identificada qualquer ligação entre eles para além do local onde foram detetados, disse hoje a infeciologista Margarida Tavares.

EXCLUSIVO.

Vírus 'monkeypox' chega a Portugal. DGS confirma pelo menos cinco casos e 20 suspeitos

O vírus 'monkeypox', a varíola dos macacos, chegou a Portugal e já há pelo cinco casos confirmados. O Porto Canal sabe que os doentes são todos homens e a situação está ser acompanhada pelas autoridades de saúde para se perceber a ligação entre os casos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras