Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Passageiros de voo que fez paragem de emergência nos Açores em quarentena

| País
Porto Canal com Lusa

Praia da Vitória, Açores, 14 mar 2020 (Lusa) -- Perto de quatro dezenas de pessoas que seguiam numa viagem do México para Barcelona e tiveram de parar de emergência no Aeroporto das Lajes, nos Açores, estão em quarentena em hotéis na ilha Terceira.

"Da aplicação do questionário epidemiológico, resultou que 37 passageiros e dois tripulantes cumprem agora um período de quarentena de 14 dias no respetivo hotel", avançou a Autoridade de Saúde, em comunicado de imprensa.

Em causa está a possibilidade de os passageiros e tripulantes poderem estar infetados com o novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19.

Um avião da Aeromexico, que fazia a ligação entre México e Barcelona, aterrou de emergência na passada sexta-feira no Aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, alegadamente devido à quebra de um vidro da aeronave durante a travessia do Atlântico.

A bordo seguiam "124 passageiros e nove tripulantes", a quem foi aplicado um questionário e, na sequência da avaliação do mesmo, 39 pessoas foram colocadas em quarentena.

A Autoridade de Saúde Regional dos Açores decidiu hoje colocar "todos os passageiros de voos do exterior que aterrem na região" a cumprir "um período obrigatório de quarentena de 14 dias".

Esses passageiros serão obrigados a "assinar uma declaração que os informa que o não cumprimento desse período obrigatório de quarentena constitui crime de desobediência e, como tal, será apresentada queixa junto das autoridades judiciais".

Os passageiros provenientes do exterior da região estão ainda a ser sujeitos "ao preenchimento de inquéritos de despiste de possíveis casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus", medida que, segundo o Governo Regional, "está a ser coordenada, em cada um dos aeroportos, pelos delegados de saúde das respetivas ilhas".

Os questionários serão preenchidos "antes do desembarque" e, no caso de haver a validação de um caso suspeito, o passageiro ficará "imediatamente isolado para despiste, através de análises laboratoriais".

Havendo a recusa de preenchimento do questionário de despiste, "o passageiro fica, automaticamente, impedido de desembarcar pelo delegado de saúde".

Também o Governo Regional da Madeira decidiu obrigar todos os passageiros que desembarquem no arquipélago a ficar de quarentena, a partir das 00:00 de domingo.

Em reação, o Governo da República disse que "desaconselha fortemente" os cidadãos nacionais não residentes nos Açores e na Madeira a voarem para as regiões autónomas, "dado não ser possível assegurar depois a sua evacuação durante o período de quarentena".

Os Açores ainda não têm casos confirmados de Covid-19, mas a Autoridade de Saúde Regional revelou hoje que existem oito casos a "aguardar investigação laboratorial", incluindo um internado no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira e o outro no Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.700 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassou as 151 mil pessoas, com casos registados em mais de 137 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 169 casos confirmados, todos no continente.

CYB // MCL

Lusa/fim

+ notícias: País

Infeção pelo vírus 'monkeypox' em Portugal pode ser um surto

Os casos de infeção pelo vírus 'monkeypox', avançados em primeira mão pelo Porto Canal, confirmados em Portugal podem constituir um surto, mas não está "para já" identificada qualquer ligação entre eles para além do local onde foram detetados, disse hoje a infeciologista Margarida Tavares.

EXCLUSIVO.

Vírus 'monkeypox' chega a Portugal. DGS confirma pelo menos cinco casos e 20 suspeitos

O vírus 'monkeypox', a varíola dos macacos, chegou a Portugal e já há pelo cinco casos confirmados. O Porto Canal sabe que os doentes são todos homens e a situação está ser acompanhada pelas autoridades de saúde para se perceber a ligação entre os casos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras