Info

Covid-19: "Esta é uma luta pela nossa própria sobrevivência"

Covid-19: "Esta é uma luta pela nossa própria sobrevivência"
| Política
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, avisou esta quinta-feira que no coronavírus está em causa a "luta pela nossa própria sobrevivência" e que o surto "ainda não atingiu o seu pico", podendo ser mais duradouro do que se estimou.

"Esta é uma luta pela nossa própria sobrevivência, pela proteção da saúde dos portugueses e estamos todos juntos nesta luta", dramatizou António Costa, numa declaração na residência oficial, em Lisboa, depois de uma ronda de reuniões com todos os partidos com assento parlamentar sobre as medidas que o Governo vai adotar no combate ao Covid-19.

Para o primeiro-ministro, é preciso "assumir e partir do princípio que esta pandemia no continente europeu, e, designadamente em Portugal, ainda não atingiu o seu pico".

"Pelo contrário, está em fase de evolução de modo que é muito provável que nas próximas semanas mais doentes venham a ser contaminados, porventura com mais graves consequências para a sua saúde e para a sua própria vida e que este possa ser um surto mais duradouro do que se possa ter estimado inicialmente", admitiu.

Por isso, António Costa reiterou que se deve "desejar o melhor", mas todos têm que "estar preparados para o pior".

"Aquela que é a maior responsabilidade de cada um de nós é cuidar do outro", apelou, insistindo na necessidade de respeitar as regras de higiene e limitar "ao máximo o nível de circulação e contacto social".

No final desta declaração, o primeiro-ministro seguiu para a Presidência do Conselho de Ministros, onde prossegue a reunião do executivo - suspensa ao final desta manhã - e da qual sairão as medidas, em parte já anunciadas por António Costa, para combate ao novo coronavirus.

+ notícias: Política

Lei Autárquica: autarcas independentes querem a extinção da CNE 

Os presidentes de câmara eleitos em grupos de cidadãos querem a extinção da Comissão Nacional de Eleições. Segundo os autarcas independentes a CNE está a discriminar os movimentos independentes em relação aos partidos.

Operação Marquês: PR diz que "não pode nem deve comentar o que diz respeito ao poder judicial"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, escusou-se hoje a fazer qualquer comentário à decisão instrutória do processo relativo à Operação Marquês, considerando "não pode nem deve comentar o que diz respeito ao poder judicial".

Marcelo concorda com Costa sobre falta de poderes da EMA nas vacinas

O Presidente da República concordou hoje com o primeiro-ministro sobre a necessidade de a Agência Europeia de Medicamento (EMA) ter mais poder para que cada estado não tenha uma posição diferente sobre vacinas contra a covid-19.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Zoom Zoom Z o o m