Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: República Checa declara emergência e Eslováquia encerra fronteiras

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Praga, 12 mar 2020 (Lusa) - A República Checa declarou o estado de emergência por 30 dias devido à epidemia do novo coronavírus, encerrando as suas fronteiras para viajantes de quinze países, enquanto a Eslováquia fechou as fronteiras a todos os estrangeiros.

A República Checa encerrou as suas fronteiras para viajantes das "zonas de risco", nomeadamente quinze países, incluindo Alemanha, França e Reino Unido.

"Também proibimos cidadãos checos de entrar nestas zonas de risco", afirmou o primeiro-ministro checo, Andrej Babis, que também anunciou a proibição de eventos culturais, outros eventos que reúnam mais de 30 pessoas e o encerramento de restaurantes entre as 20:00 e às 06:00, com o objetivo de retardar a progressão do coronavírus.

Os outros doze países considerados "em risco" são: China, Coreia do Sul, Irão, Itália, Espanha, Áustria, Suíça, Suécia, Noruega, Holanda, Bélgica e Dinamarca.

Além de teatros, cinemas, salas de concertos e ginásios, as medidas de proibição também afetam piscinas, clubes e bibliotecas.

Andrej Babis confirmou que 96 casos de contaminação pelo novo coronavírus foram registados no seu país.

Na segunda-feira, as autoridades checas já haviam decidido fechar todas as escolas e universidades, bem como teatros e cinemas, e proibir reuniões com mais de cem pessoas.

A Eslováquia anunciou também hoje o encerramento das suas fronteiras para todos os estrangeiros, exceto os polacos, a fim de combater o coronavírus, bem como o encerramento de todos os aeroportos internacionais, escolas, estabelecimentos culturais e de lazer.

"Nenhum cidadão estrangeiro poderá entrar na Eslováquia" a partir da manhã de sexta-feira, disse o porta-voz do Ministério do Interior, Peter Lazarov, à agência de notícias AFP, acrescentando que "apenas cidadãos polacos poderão entrar o país".

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde (OMS) a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

CSR // FPA

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Militar cercado em Azovstal partilha fotografias do interior dos abrigos. Veja as imagens aqui

Um militar ucraniano do regimento Azov colocou à disposição do público uma seleção de fotografias tiradas no interior da fábrica de aço Azovstal, último reduto da resistência ucraniana na cidade portuária de Mariupol.

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras