Covid-19: República Checa declara emergência e Eslováquia encerra fronteiras

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Praga, 12 mar 2020 (Lusa) - A República Checa declarou o estado de emergência por 30 dias devido à epidemia do novo coronavírus, encerrando as suas fronteiras para viajantes de quinze países, enquanto a Eslováquia fechou as fronteiras a todos os estrangeiros.

A República Checa encerrou as suas fronteiras para viajantes das "zonas de risco", nomeadamente quinze países, incluindo Alemanha, França e Reino Unido.

"Também proibimos cidadãos checos de entrar nestas zonas de risco", afirmou o primeiro-ministro checo, Andrej Babis, que também anunciou a proibição de eventos culturais, outros eventos que reúnam mais de 30 pessoas e o encerramento de restaurantes entre as 20:00 e às 06:00, com o objetivo de retardar a progressão do coronavírus.

Os outros doze países considerados "em risco" são: China, Coreia do Sul, Irão, Itália, Espanha, Áustria, Suíça, Suécia, Noruega, Holanda, Bélgica e Dinamarca.

Além de teatros, cinemas, salas de concertos e ginásios, as medidas de proibição também afetam piscinas, clubes e bibliotecas.

Andrej Babis confirmou que 96 casos de contaminação pelo novo coronavírus foram registados no seu país.

Na segunda-feira, as autoridades checas já haviam decidido fechar todas as escolas e universidades, bem como teatros e cinemas, e proibir reuniões com mais de cem pessoas.

A Eslováquia anunciou também hoje o encerramento das suas fronteiras para todos os estrangeiros, exceto os polacos, a fim de combater o coronavírus, bem como o encerramento de todos os aeroportos internacionais, escolas, estabelecimentos culturais e de lazer.

"Nenhum cidadão estrangeiro poderá entrar na Eslováquia" a partir da manhã de sexta-feira, disse o porta-voz do Ministério do Interior, Peter Lazarov, à agência de notícias AFP, acrescentando que "apenas cidadãos polacos poderão entrar o país".

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde (OMS) a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

CSR // FPA

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Rússia apodera-se do controlo administrativo de central de Zaporíjia

A Rússia apropriou-se, esta quarta-feira, formalmente da central nuclear de Zaporíjia, no sul da Ucrânia, ocupada militarmente há meses, o que levou o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) a viajar de urgência para Kyiv.

Twitter aceita oferta de Elon Musk para comprar rede social por 44 mil milhões de dólares

O Twitter divulgou o seu acordo para que o empresário Elon Musk adquira a rede social por 44 mil milhões de dólares, como tinha sido acordado anteriormente, decisão que deverá resultar no cancelamento do processo judicial entre as partes.

Sobe para 131 número de mortos em estádio na Indonésia

As autoridades indonésias elevaram para 131 o número de mortos num estádio de futebol na ilha de Java, sendo que 400 pessoas ficaram feridas.