Info

Covid-19: Organização Mundial de Saúde declara pandemia

| País
Porto Canal com Lusa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, esta quarta-feira, a doença Covid-19 como pandemia.

Atualizado 11-03-2020 17:35

"Podemos esperar que o número de casos, mortes e países afetados aumente", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A OMS justifica a declaração de pandemia com "níveis alarmantes de propagação e inação".

"Os países podem ainda mudar o curso desta pandemia se detetarem, testarem, tratarem, isolarem, rastrearem e mobilizarem as pessoas na resposta", ressalvou Tedros Adhanom Ghebreyesus, na sede da OMS, em Genebra, na Suíça.

O diretor-geral da OMS referiu, em conferência de imprensa, que a epidemia de Covid-19 atingiu o nível de uma pandemia porque há mais de 118 mil casos de infeção em 114 países e 4.291 mortes.

Tedros Adhanom Ghebreyesus lembrou que a declaração de pandemia "não altera o que os países devem fazer" para travar a propagação do novo coronavírus, família de vírus que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

Em Portugal há 59 pessoas diagnosticadas com Covid-19, segundo o mais recente balanço da Direção-Geral da Saúde, hoje divulgado.

+ notícias: País

Nova subida de internados em dia com 44 mortes e 32.758 novas infeções por Covid-19

Portugal registou 32.758 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 44 mortes associadas à covid-19 e um novo aumento dos internamentos, indicam os números divulgados hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal ultrapassa "nível crítico" de gravidade da pandemia. Resposta de saúde a pessoas com outras doenças começa a ficar comprometida

Portugal ultrapassou o nível crítico no indicador de avaliação da pandemia do Instituto Superior Técnico e da Ordem dos Médicos, o que indica que a resposta de saúde a pessoas com outras doenças começa a ficar comprometida.

Aberto autoagendamento de vacinas para pessoas com 30 ou mais anos

O autoagendamento da toma da dose de reforço da vacina contra a covid-19 já está disponível para utentes com 30 ou mais anos no portal das marcações `online´ da Direção-Geral da Saúde, foi hoje anunciado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.