Covid-19: Celorico de Basto suspende feiras e atividades desportivas

Covid-19: Celorico de Basto suspende feiras e atividades desportivas
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Câmara de Celorico de Basto decidiu, esta terça-feira, suspender a realização de feiras no concelho e as atividades desportivas da autarquia, no âmbito das medidas de prevenção ao novo coronavírus, foi hoje anunciado.

Em comunicado, refere-se que a decisão foi tomada depois de uma reunião realizada com a participação de membros do Conselho Municipal da Educação, autoridades da saúde, autoridades da segurança e proteção civil e juntas de freguesia.

As novas medidas preventivas têm como objetivo "salvaguardar a população, na ótica preventiva e de sensibilização para combater o Covid-19".

Na segunda-feira, Celorico de Basto já tinha anunciado o cancelamento da 17.ª edição da Festa Internacional das Camélias, prevista para o próximo fim de semana.

Também as comemorações dos 500 anos do foral, nos dias 28 e 29 de março, foram adiadas para data a anunciar.

As medidas de Celorico de Basto ocorrem devido à proximidade geográfica com o vizinho município de Felgueiras, onde se verifica o maior número de pessoas infetadas por Covid-19.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.000 mortos.

Cerca de 114 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 63 mil recuperaram.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se o caso mais grave de epidemia fora da China, com 463 mortos e mais de 9.100 contaminados pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

A quarentena imposta pelo governo italiano ao Norte do país foi alargada a toda a Itália.

O Governo português decidiu suspender todos os voos com destino ou origem nas zonas mais afetadas em Itália, recomendando também a suspensão de eventos em espaços abertos com mais de 5.000 pessoas.

A China registou segunda-feira mais uma queda no número de novos casos de infeção, 19, face a 40 no dia anterior, somando agora um total de 80.754 infetados e 3.136 mortos, na China Continental.

Portugal regista 41 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS comunicou também que em Portugal se atingiu um total de 375 casos suspeitos desde o início da epidemia, 83 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Face ao aumento de casos, o Governo ordenou a suspensão temporária de visitas em hospitais, lares e estabelecimentos prisionais na região Norte, até agora a mais afetada.

Foram também encerrados alguns estabelecimentos de ensino, sobretudo no Norte, assim como ginásios, bibliotecas, piscinas e cinemas.

Os residentes nos concelhos de Felgueiras e Lousada, no distrito do Porto, foram aconselhados a evitar deslocações desnecessárias.

+ notícias: Norte

Seis praias de Espinho e quatro de Vila Nova de Gaia foram interditadas a banhos

Seis praias de Espinho e quatro de Vila Nova de Gaia foram interditadas a banhos e em causa estão análises à qualidade da água, que revelaram valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência.

Greve dos trabalhadores dos Serviços de Registos e Notariado gera constrangimentos em Bragança 

Continua a greve de trabalhadores dos Serviços de Registos e Notariado que foi convocada na sequência da reunião com o secretário de Estado da Justiça a 30 de maio. Em causa está, segundo a estrutura sindical, o alegado desrespeito pelo princípio de "trabalho igual salário igual" e um sistema de avaliação desigual.

Romaria da Senhora da Agonia volta às ruas de Viana. Desfile com 709 mulheres arrancou esta quinta-feira

Depois de dois anos impedida pela pandemia, a Romaria da Senhora da Agonia, em Viana do Castelo, regressou em grande este ano. O desfile com 709 mulheres de seis países diferentes marcou o arranque desta quinta-feira.