Info

CGTP: Socialista Fernando Gomes declara lealdade a Isabel Camarinha

| País
Porto Canal com Lusa

Seixal, Setúbal, 15 fev 2020 (Lusa) -- O socialista Fernando Gomes declarou hoje total lealdade à nova secretária-geral da GCTP, Isabel Camarinha, e total disponibilidade para continuar a trabalhar em prol dos interesses da central sindical e dos trabalhadores.

A corrente sindical socialista da CGTP apresentou na sexta-feira à noite Fernando Gomes como candidato a secretário-geral da intersindical, por considerar que a proposta de Isabel Camarinha, apresentada pela comissão executiva, levantava "sérias preocupações" pela sua proximidade ao PCP.

"Esta decisão dos sindicalistas socialistas é eminentemente político-sindical", afirmou Fernando Gomes à agência Lusa, à margem do XIV congresso da intersindical, no Seixal (distrito de Setúbal).

Com a saída, neste congresso, de Carlos Trindade da direção, por limite de idade, Fernando Gomes passou a coordenar a corrente socialista da CGTP e por isso foi candidato à liderança da central sindical.

Mas, tendo em conta que os comunistas são maioritários nos órgãos sociais da central, o seu nome foi, desde logo, chumbado pela nova Comissão Executiva, que aprovou o nome de Isabel Camarinha para ser votado no Conselho Nacional.

A candidatura de Fernando Gomes recebeu seis votos na Comissão Executiva, que é composta por 29 elementos, cinco dos quais socialistas.

As eleições para a Comissão Executiva e a eleição da secretária-geral decorreram durante a madrugada de hoje.

"A oposição terminou com as eleições no Conselho Nacional", referiu Fernando Gomes, considerando que "o que é importante é a luta da CGTP, é fazer com que a riqueza seja mais bem distribuída".

Os socialistas da CGTP defendem que a intersindical deve "alargar a sua base de implantação com mais sindicalização e reforço da organização".

Fernando Gomes é membro do Conselho Nacional desde 1999 e da Comissão Executiva desde 2001.

É membro da direção do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria, Turismo, Restauração e Similares do Sul e coordenador da Comissão de Trabalhadores do Grupo Pestana Pousadas.

DF/RRA // ROC

Lusa/Fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 58.530 infeções, novo máximo diário, e 49 mortes

Portugal registou 58.530 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, e mais 49 mortes associadas à covid-19, indicam os números hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Covid-19: Mais de 100 mil crianças e jovens isolados desde que recomeçaram as aulas

Mais de cem mil crianças e jovens testaram positivo ao SARS-CoV-2 desde que as aulas recomeçaram, a 10 de janeiro, e tanto pais como alunos alertam para problemas de aprendizagem com as aulas à distância.

Livro "Milhões a voar" critica injeção na TAP

O novo livro "Milhões a voar" de André Pinção Lucas e Carlos Guimarães Pinto, critica a injeção da TAP e desmonta sete falácias a favor do investimento público. Em declarações ao Porto Canal, André Pinção Lucas, autor do livro, considerou a TAP como "um novo banco com asas" e diz que o valor injetado é "chocante".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.