Incidente "terrorista" em Londres resulta em três feridos, um em perigo de vida

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Londres, 02 fev 2020 (Lusa) - A polícia de Londres informou que o incidente "relacionado com terrorismo" registado hoje num bairro da capital britânica, e que a fez abater um homem, resultou em três feridos, estando um em perigo de vida.

Segundo a polícia metropolitana, citada pela agência AP, um dos feridos está a ser tratado por ferimentos que o colocam em risco de vida.

Ao início da tarde de hoje, agentes da polícia londrina balearam mortalmente um homem, suspeito de estar envolvido numa cena de esfaqueamento decorrida numa rua de comércio do bairro de Streatham, no sul de Londres.

A polícia metropolitana declarou de imediato que o incidente violento está "relacionado com terrorismo".

Segundo testemunhas citadas pela AP, o homem estava vestido com o que parecia ser um colete parecido com os que são usados em ataques-suicida.

De acordo com a estação de televisão britânica BBC, várias testemunhas relataram ter ouvido dois tiros cerca das 14:00, hora a que a polícia indicou ter "abatido" o suspeito.

Após o alerta, vários veículos de emergência médica deslocaram-se rapidamente para a rua onde aconteceu o incidente, igualmente sobrevoada por helicópteros, segundo vídeos partilhados nas redes sociais e citados pela AP.

SBR (ALU) // JPS

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Putin atravessa a ponte da Crimeia atacada em outubro

O Presidente russo Vladimir Putin deslocou-se, esta segunda-feira, à ponte da Crimeia parcialmente destruída em outubro num ataque, na sua primeira visita à península anexada desde o início da ofensiva na Ucrânia, indicaram hoje os 'media' russos.

Elon Musk já devolveu quase 12 mil contas banidas

O novo dono do Twitter, Elon Musk, referiu que iria devolver aos respetivos donos as contas suspensas na plataforma. Até ao momento, já foram devolvidas cerca de 12 mil contas.

Pandemia da Covid-19 provocou mais 300 mil mortes na União Europeia do que as oficiais

A pandemia provocou mais 300 mil mortes na Europa do que os dados oficiais e reduziu a esperança de vida em mais de um ano, a maior diminuição desde a II Guerra Mundial, indica um relatório divulgado esta segunda-feira.