Info

Enfermeiros protestam junto da ARS Norte por descongelamento de carreiras e aumento dos salários

| Norte
Porto Canal

Dezenas de enfermeiros protestaram, na manhã desta quarta-feira, junto da ARS Norte e lutam pelo descongelamento de carreiras e aumento dos salários.

Atualizado 30-01-2020 12:25

De acordo com Fátima Monteiro, do sindicato dos enfermeiros, "há muitos problemas nos cuidados de saúde primários da ARS Norte, mas o que mais descontentamento gera é o não descongelamento das progressões".

A falta de respostas por parte da ARS Norte é um dos motivos que está na base desta manifestação. Fátima Monteiro indica ainda que "na ARS Norte o atraso é brutal e isto mostra a displiscência com que o conselho administrativo da ARS tem tratado este problema."

Os enfermeiros lutam ainda por aumentos salariais uma vez que, na opinião do sindicato dos enfermeiros, representado por Fátima Monteiro, "outra questão centra-se na contagem de pontos. A ARS Norte teima em não considerar o tempo de trabalho anterior à passagem de alguns enfermeiros para os 1201 euros.

Os enfermeiros que passam para a primeira posição remuneratória não há nenhum aumento salarial pois não há alteração da função remuneratória, é um ajustamento salarial, ou seja, é um valor que qualquer enfermeiro aufere quando entra para a profissão".

Fátima Monteiro, do sindicato dos enfermeiros, relembra ainda que "um enfermeiro que hoje entre para a profissão fica a ganhar exatamente o mesmo que um enfermeiro que trabalha há 15, 20 anos".

Os enfermeiros esperam com estes protestos verem as suas reivindicações resolvidas e a "ausência de respostas" aos problemas apresentados por parte da ARS Norte.

+ notícias: Norte

Rui Moreira toma hoje posse para terceiro e último mandato no Porto

O independente Rui Moreira toma hoje posse para o terceiro e último mandato como presidente da Câmara Municipal do Porto e, após ter vencido as autárquicas de setembro sem maioria absoluta, estabeleceu um acordo de governação com o PSD.

Trabalhadores das cantinas do Instituto Politécnico do Porto protestam pela reabertura das empresas

Os trabalhadores das cantinas do Instituto Politécnico do Porto, protestaram pela reabertura das empresas, na passada terça-feira. Em declarações ao Porto Canal, os trabalhadores mostram-se "muito preocupados" porque "não se encontram no desemprego e é difícil suportar todas as despesas no dia a dia".

Militares trabalham num posto da GNR de Matosinhos em perigo de ruína

Cerca de 70 militares trabalham num posto da GNR de Matosinhos em perigo de ruína. Em declarações ao Porto Canal, César Nogueira da Associação de Profissionais da Guarda, espera que "o Ministério da Administração Interna não esteja à espera que aconteça uma tragédia para se resolver a situação da degradação do edifício".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.