Info

Exposição "Eletric" vai experimentar como é que tecnologia e arte se "misturam" - Comissário

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 24 jan 2020 (Lusa) - A exposição de realidade virtual "Electric", que se inaugura no sábado, na Fundação de Serralves, no Porto, pretende "experimentar" de que forma é que o mundo da tecnologia e da arte se "misturam", afirmou hoje o comissário Daniel Birnbaum.

"Provavelmente estamos nos primeiros segundos ou semanas de uma nova era e não sabemos onde isso nos levará. Quando algo novo chega, é evidente que há sempre uma janela de experimentação e também de alguma confusão", afirmou o crítico de arte e curador sueco Daniel Birnbaum.

Em declarações à agência Lusa, à margem de uma visita guiada à exposição, o comissário da "Eletric: A virtual reality exhibition", que é inaugurada este sábado e fica patente até 24 de maio, em Serralves, afirmou estar bastante "satisfeito", isto porque esta é "a primeira vez" que um museu alberga a exposição.

"É a primeira vez que isto é visto num museu. Não sabemos como é que a realidade virtual ficará no mundo da arte tradicional. Será que se vai encaixar em galerias de arte? Num museu clássico? Em festivais? Ou deveria estar patente 'online'?", reiterou o curador sueco.

Organizada pela Acute Art, a exposição "quebra" com as tendências de quem visita um museu, na medida em que convida o público a visitar, através de óculos de realidade virtual, "outros universos".

Entre experiências imersivas por percursos "desconcertantes" e "mundos fictícios", aos visitantes são dadas a conhecer obras da Städelschule Architecture Class (SAC), de R. H. Quaytman, Nathalie Djurberg & Hans Berg e Anish Kapoor.

Além destas obras, o projeto ainda integra uma obra de Olafur Eliasson, artista atualmente em exposição no Museu e no Parque de Serralves, e uma obra de realidade aumentada de Koo Jeong A, apresentada no Parque da fundação.

À Lusa, Daniel Birnbaum adiantou que este projeto, além de ser uma "experiência" para perceber como é que o mundo da "vanguarda tecnológica" e da arte se "misturam", visa também atrair "novos e diferentes públicos" aos museus.

"A arte é para todos e [o facto de] esta exposição poder estar num museu, [permite] alcançar pessoas que não estão tão acostumadas a ir, o que nos abre uma visão muito democrática para as artes visuais", concluiu o comissário.

SPYC // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Passageiros retidos durante duas horas em voo da TAP por suspeita de coronavírus

O Porto Canal sabe que um voo da TAP de origem de Milão-Malpensa, Itália, deixou os passageiros retidos no Aeroporto Francisco Sá Carneiro durante duas horas por suspeita de um passageiro estar contaminado com coronavírus.

(em atualização)

PS Porto pede reversão do processo de extinção de freguesias na cidade

A concelhia do PS/Porto quer desagregar as freguesias da cidade. O presidente da concelhia, Tiago Barbosa Ribeiro, diz que a reforma levada a cabo pelo governo de Passos Coelho violou o património identitário.

Prazo das obras do metro do Porto alargado até 9 de março

Foi prolongado por mais duas semanas o prazo para candidaturas às obras do metro do Porto. Em causa estão a nova linha Rosa e a extensão da linha Amarela.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.