Info

Concursos de obras públicas aumentaram 50% em 2019 para 3.992 ME - AICCOPN

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 24 jan 2020 (Lusa) - Os concursos de obras públicas promovidos em 2019 totalizaram 3.992 milhões de euros, refletindo um aumento de 50% face a 2018, sendo este o maior aumento homólogo desde 2011, segundo indicam dados hoje divulgados pela AICCOPN.

De acordo com o Barómetro das Obras Públicas da Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) hoje divulgado, em 2019, os concursos promovidos com preço base superior a 25 milhões de euros atingiram 1.187 milhões de euros, correspondendo a 29,7% do total, com um crescimento de 60% face ao apurado no ano anterior, para este escalão de valor.

O crescimento homólogo de 50% do valor total dos concursos públicos promovidos observado em 2019 compara com a quebra homóloga de 11% observada em 2018.

A informação agora disponibilizada indica que, desde 2011, apenas em 2017 o aumento do montante por comparação com o do ano imediatamente anterior foi mais expressivo, tendo sido de 69%.

Relativamente aos contratos celebrados em 2019, tendo em conta os concursos de empreitadas reportados no Portal Base até 15 de janeiro, o Barómetro da AICCOPN indica que o valor total ascendeu a 1.847 milhões de euros, refletindo uma subida de 28% face a 2018.

A informação da AICCOPN salienta, contudo, que "este valor é 2.145 milhões inferior (-54%) ao volume de concursos públicos promovidos ao longo do ano passado".

"Os contratos de empreitadas celebrados em resultado de ajustes diretos e consultas prévias atingiram 465 milhões de euros, menos 2% face a 2018", refere a AICCOPN, acrescentando que, no seu conjunto, o montante de empreitadas de obras públicas objeto de celebração de contrato e registado no Portal Base, foi de 2.442 milhões de euros, ou seja, encerra o ano com um registo de um crescimento global de 17% face a 2018.

LT // EA

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Fectrans aponta inconformidades na aplicação do contrato coletivo e aciona formas de luta

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) apontou hoje inconformidades na aplicação do contrato coletivo do setor e do acordo de cargas e descargas, pedindo a intervenção da tutela e tendo já em vista formas de luta.

Portugal vendeu cerca de 296 milhões de litros de vinho em 2019

As exportações de vinho do Porto cresceram e invertem assim os 20 anos de descidas. Os aumentos refletem-se em todo o setor vitivinícola, que em 2019, atingiu um novo máximo histórico.

Covid-19: Setores têxtil, vestuário e calçado "preocupados" com prolongamento da crise

Os setores têxtil, vestuário e calçado estão "preocupados" com o eventual impacto de um prolongamento da crise do coronavírus, admitindo que poderá levar a quebras no fornecimento de matérias-primas e de encomendas provenientes da Ásia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.