Info

Ténis de mesa: Portugal bate Ucrânia e avança na qualificação olímpica de equipas masculinas

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Gondomar, Porto, 23 jan 2020 (Lusa) -- A seleção portuguesa masculina de ténis de mesa vai defrontar a Bélgica por um lugar nos Jogos de Tóquio2020, depois de hoje eliminar a Ucrânia (3-0), no torneio de apuramento a decorrer no Multiusos de Gondomar.

Ao longo de toda a eliminatória, que marcou a estreia da equipa masculina, Portugal só cedeu um 'set', entrando a vencer por 3-0 em duplas, com João Monteiro e Tiago Apolónia, antes de Marcos Freitas 'despachar' Kou Lei e Apolónia fechar por 3-1 frente a Yevhen Pryshchepa.

A equipa masculina defronta na sexta-feira a Bélgica por um lugar nos Jogos de Tóquio2020, a que ainda pode aceder, em caso de derrota, através de um torneio de repescagem, e estreou-se hoje após ter ficado isenta da primeira ronda.

Numa eliminatória quase perfeita, a entrada em pares, com a dupla Monteiro e Apolónia contra Pryschchepa e Yaroslav Zhmudenko, permitiu vencer pelos parciais de 11-8, 13-11 e 11-6, perante uma Ucrânia que era 21.ª cabeça de série do torneio, abaixo do estatuto de oitavo cabeça de série dos portugueses.

No segundo jogo, Marcos Freitas prosseguiu a toada dominadora com uma vitória por 11-9, 11-5 e 11-7, ficando para Apolónia o jogo mais complicado do embate.

Perante Pryshchepa, o português entrou melhor e venceu por 11-7 o primeiro 'set' e o segundo por 11-9, antes de o ucraniano impedir o fecho antecipado do encontro com um 11-6.

No derradeiro 'set', o português fez valer o estatuto e venceu por 11-9, para fechar o último encontro em 3-1 e dar uma passagem rápida a Portugal para o jogo decisivo.

O torneio de qualificação olímpica por equipas no ténis de mesa prosseguiu hoje no Multiusos de Gondomar, no distrito do Porto, e decorre até domingo, com a participação das seleções portuguesas masculina e feminina.

A equipa feminina, composta por Fu Yu, Jieni Shao e Xue Luo, falhou hoje o acesso direto a Tóquio2020, ao perder por 3-1 com a Hungria, e vai jogar o torneio de repescagem.

Além de qualificar nove equipas, oito da primeira fase, em cada género, e mais uma por repescagem, a prova atribui igualmente uma quota de dois atletas para o concurso individual.

SIF // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei. O organismo responsabiliza a Comissão Nacional de proteção de dados, que contactada pelo Porto Canal diz que não existe qualquer troca de informações entre as entidades.

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido a insultos racistas ao futebolista maliano do FC Porto Moussa Marega.

Insultos racistas: lei pode punir clubes até três jogos à porta fechada e multas até 10 mil euros

No seguimento do caso Marega, que foi vítima de insultos racistas durante o jogo Vitória SC vs FC Porto, em Guimarães, a lei portuguesa prevê condenações que podem chegar até três jogos à porta fechada e multas até 10 mil euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.