Info

Ténis de mesa: Portugal perde e tem de jogar repescagem de apuramento olímpico feminino

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Gondomar, Porto, 23 jan 2020 (Lusa) -- A seleção portuguesa feminina de ténis de mesa perdeu hoje com a Hungria por 3-1, falhando o apuramento para os jogos de Tóquio2020, jogando agora a repescagem no torneio de qualificação em Gondomar, Porto.

No Multiusos de Gondomar, Maria Fazekas e Szandra Pergel venceram o jogo de duplas, por 11-7, 6-11, 11-8 e 11-4, frente a Xue Luo e Jieni Shao, antes de Dora Madarasz vencer Fu Yu, já apurada a título individual, por 5-11, 15-13, 11-7 e 11-5.

Neste segundo encontro, um grande arranque da experiente mesatenista portuguesa, que esteve nos Jogos do Rio2016, 'esbarrou' no segundo 'set', em que esteve a perder por 10-6 e recuperou, mas acabou por perder por 15-13, o que virou a 'balança' a favor de Madarasz, que viria a ser responsável por duas das três vitórias.

No terceiro encontro da eliminatória, Jieni Shao manteve Portugal 'vivo' na eliminatória com com uma vitória por 3-1, pelos parciais de 11-8, 11-6, 11-13 e 11-8, no melhor dos embates portugueses frente à Hungria.

No quarto jogo, recaiu sobre Xue Luo, 420.ª do 'ranking' individual e a jogar pela seleção desde novembro de 2019, há três meses, a responsabilidade de empatar a contenda, de novo frente a Madarasz, 62.ª da hierarquia mundial.

Um primeiro 'set' ganho por 11-8 seguiu-se ao empate húngaro, 11-6, antes de novo 11-8, para a portuguesa, e novo 11-6, para a húngara, definindo uma 'negra' que, para as magiares, sétimas pré-designadas do torneio, daria o apuramento olímpico.

Portugal, 13.º cabeça de série e a jogar para o empate e para permitir a Fu Yu voltar à ação frente a Maria Fazekas, teve em Xue Luo uma representante aguerrida, que evitou vários 'match points', mas acabou por perder por 11-7, o que provocou uma 'invasão' do recinto de jogo por parte de toda a comitiva húngara, abraçados no chão após o triunfo.

Com este resultado, que se segue a um 3-0 aplicado à Eslováquia, sem ceder um único 'set', Portugal falhou um inédito apuramento para Jogos Olímpicos, no concurso por equipas, e vai jogar agora um torneio de repescagem, cujo emparelhamento e calendário estão ainda por anunciar.

O torneio de qualificação olímpica por equipas no ténis de mesa prosseguiu hoje no Multiusos de Gondomar, no distrito do Porto, e decorre até domingo, com a participação das seleções portuguesas masculina e feminina.

Além de qualificar nove equipas, oito da primeira fase, em cada género, e mais uma por repescagem, atribui igualmente uma quota de dois atletas para o concurso individual.

SIF // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Procuradoria Geral da República já andava 'em cima' da claque do Vitória Sport Clube

A Procuradoria Geral da República já tinha sobre vigia a claque do Vitória Sport Clube. No início de janeiro o Porto Canal acompanhou, em exclusivo, o trabalho da equipa de magistrados num jogo frente ao SL Benfica.

Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei. O organismo responsabiliza a Comissão Nacional de proteção de dados, que contactada pelo Porto Canal diz que não existe qualquer troca de informações entre as entidades.

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido a insultos racistas ao futebolista maliano do FC Porto Moussa Marega.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.